RJ pode ter a primeira Apple Store da AL

Buscar

Marketing

Publicidade

RJ pode ter a primeira Apple Store da AL

Suspeita foi levantada a partir do recrutamento de candidatos para um total de 12 funções ligadas à venda direta de produtos


13 de novembro de 2012 - 8h55

A publicação de uma série de anúncios de empregos divulgados no site da Apple nesta segunda-feira 12 levanta a suspeita de que a fabricante do iPad pode estar prestes a abrir a sua primeira Apple Store da América Latina. O local escolhido foi o Rio de Janeiro, cidade para o qual os candidatos estão sendo recrutados e que pode acabar se transformando no berço da rede de lojas da marca no País. As vagas oferecidas vão de gerente e encarregado de estoque até líder de loja e líder regional, num total de 12 funções ligadas à venda direta de produtos.

Hoje, a Apple opera no Brasil por meio da revendedora a2you, que atua em shoppings de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. Mas a intenção da marca é expandir a sua cadeia própria, hoje com 394 unidades em 14 países. Estima-se que cada uma delas fature cerca de US$ 51,5 milhões ao ano. A meta é inaugurar 35 estabelecimentos, especialmente fora dos Estados Unidos, principal fonte de vendas. A Turquia deve ser o próprio destino da Apple Store, além do Brasil.

O sucesso das Apple Stores está no seu modelo diferenciado de varejo. Um dos destaques é a ausência de caixas. As compras são registradas no próprio iPhone dos consumidores. Além disso, os espaços oferecem rede Wi-Fi grátis, os aparelhos da marca ficam expostos para experimentação e consultas técnicas podem ainda ser feitas no Genius Bar.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”