Netshoes criará e-commerce da Shoestock

Buscar

Marketing

Publicidade

Netshoes criará e-commerce da Shoestock

Loja online de artigos esportivos amplia atuação no varejo de moda com aquisição da marca de calçados e acessórios


23 de fevereiro de 2016 - 2h35

O Grupo Netshoes anuncia a aquisição total da marca de calçados e acessórios Shoestock, que fechou suas lojas físicas no último trimestre de 2015. A operação será realizada por meio da loja online de moda Zattini, lançada em dezembro de 2014, como uma plataforma independente da empresa de e-commerce de produtos esportivos presente no mercado há mais de 15 anos.

O movimento, que busca digitalizar e relançar a marca Shoestock até o segundo semestre de 2016, faz parte do plano de negócios do Grupo Netshoes, assim como a iniciativa do marketplace, lançada em janeiro para os e-commerces da empresa, entre eles, Netshoes e Zattini.

Em seu primeiro ano de operações, a Zattini superou as expectativas do Grupo com o faturamento de mais de R$ 100 milhões em 2015, além do aumento de 12 mil produtos distribuídos entre 70 marcas para 40 mil artigos de 300 marcas durante o ano. Com a plataforma, a Netshoes concorre diretamente com a Dafiti, líder no segmento de e-commerce de moda, com receita estimada em R$ 1,1 bilhão.

Em comunicado, o fundador e CEO do Grupo Netshoes, Marcio Kumruian, comentou que a Zattini trouxe um novo público consumidor para a empresa: no e-commerce de moda, 65% dos clientes são mulheres, número inversamente proporcional ao gênero dos clientes da Netshoes que em sua maioria são homens.  

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”