Santander transforma ContaSuper em Superdigital

Buscar

Marketing

Publicidade

Santander transforma ContaSuper em Superdigital

A empresa então destinada a serviços pré-pago passa a tratar de novas tecnologias e produtos do banco

Luiz Gustavo Pacete
9 de maio de 2017 - 7h41

*Nota atualizada às 12h30

O Santander anuncia nesta terça-feira, 9, a transformação da ContaSuper em Superdigital, novo braço de inovação do banco que também está sendo chamado pela empresa de “fintech do Santander”.

Originalmente uma empresa de cartão pré-pago, a ContaSuper teve 50% de seu capital comprado pelo Santander em 2015 e, no ano passado, o banco assumiu o controle da empresa. Desde então, iniciou-se o projeto de transformá-la em uma área de inovação. O CEO da Superdigital é Ezequiel Archipretre, profissional de carreira do Santander.

O projeto foi desenvolvido há cinco meses, em regime de cocriação com dez influenciadores digitais brasileiros – entre youtubers, blogueiros, jornalistas de tecnologia e heavy users digitais. Para participar das atividades, cada influenciador recebeu um telefone, já com o app Superdigital, para testar a usabilidade e discutir as funcionalidades. Além das trocas sobre pontos de melhoria foram investigadas as tensões dos influenciadores com a relação com dinheiro e com as instituições financeiras como são representadas hoje.
O desenvolvimento do projeto seguiu a metodologia do Hackerspace3, divisão de inovação da Agência3, que mistura conceitos do “Disciplined Entrepeneurship – 24 Steps to a Sucessful Startup”, do Massachusetts Institute of Technology (MIT), e do Human-Centered Design, da Ideo.  Após a implementação das melhorias e a construção do novo briefing de comunicação, o Hackespace promoveu um novo encontro com os influenciadores para apresentar as possíveis linhas criativas para o produto.

Após o bate papo, venceu a linha criativa “Não adianta” para a campanha, que traz em sua defesa o argumento que “seja de plástico ou de papel, o dinheiro, como conhecemos, ficou com os dias contados”, segundo a empresa.


As campanhas entram no ar essa semana, com destaque para o Google e o Facebook. Em paralelo, a Agência3 continuará contando com o apoio dos cocriadores, já que eles poderão indicar par aum grupo de dez amigos conhecerem o produto. Esses, por sua vez, também poderão recomendar outros 50 amigos.

Publicidade

Compartilhe