Vivo quer que as pessoas deixem celular de lado

Buscar

Marketing

Publicidade

Vivo quer que as pessoas deixem celular de lado

Operadora estreou reposicionamento institucional com reflexão sobre uso da tecnologia

Sergio Damasceno Silva
30 de outubro de 2018 - 10h59

A Vivo lançou campanha institucional na qual propõe uma reflexão sobre o uso excessivo da conexão e a relação com tecnologia. Mais do que um novo posicionamento, a campanha “ Tem Hora para Tudo” quer mostrar que cada conexão, seja tecnológica ou não, tem a sua hora. “As pessoas nunca estiveram tão conectadas quanto hoje e entendemos que essa discussão é muito importante, pois permeia o dia a dia de todos. Nosso propósito é oferecer a melhor conexão para que as pessoas possam ter as melhores experiências e isso inclui também saber o momento de se desconectar. Não é uma proposta para desconectar, mas para se conectar por inteiro no que importa para aquele momento”, explica a diretora de imagem e comunicação da Vivo, Marina Daineze.

O objetivo da campanha é sensibilizar o público com situações que resgatam a memória afetiva e estabelecem um elo emocional entre a cena e o espectador. Nas peças, as pessoas escolhem se desconectar para aproveitar o momento presente, seja estar com o filho, namorar, conversar com amigos, comer ou assistir a um show. Visualmente, é o botão de deslize do celular — que aceita ou recusa uma ligação ou notificação — que sinaliza a escolha entre conexão e desconexão.  Os filmes “Ninar” e “Casal” abrem a campanha, a ser veiculada na TV aberta e a cabo, no digital, out-of-home revista e cinema. A criação e estratégia são assinadas pela Africa.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marina Daineze

  • vivo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”