Flamengo e Fluminense dividem a gestão do Maracanã

Buscar

Marketing

Publicidade

Flamengo e Fluminense dividem a gestão do Maracanã

Rivais históricos no clássico Fla-Flu, clubes vão administrar o estádio em conjunto nos próximos seis meses

Renato Rogenski
5 de abril de 2019 - 19h06

(Crédito: David Bautista/ iStock)

Diretamente de Boston (EUA), onde está em missão política, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, confirmou que Flamengo e Fluminense serão os gestores do Maracanã pelos próximos seis meses. Com o acordo, os clubes vão arcar com os custos fixos do Maracanã, cerca de R$ 2 milhões por mês e o pagamento também mensal de R$ 166.6 mil ao Governo do Estado. As entidades esportivas também vão explorar o Tour do Maracanã, tendo que fazer o repasse de 10% do faturamento mensal ou um mínimo de R$ 64 mil.

“Tenho a grata satisfação de anunciar que, após um processo transparente e ético, o Maracanã está sendo devolvido ao futebol carioca. Os vencedores do consórcio que vai administrar o Maracanã são Flamengo e Fluminense. Eles terão 180 dias para administrar o estádio e prorrogável por mais 180 dias. É o tempo que teremos de, também em um processo transparente e ético, fazer uma nova parceria público-privada definitiva por 35 anos. Ganha o estado do Rio de Janeiro”, afirmou Witzel.

“Apesar de não fazerem parte do consórcio, os dois coirmãos terão acesso justo e isonômico para a utilização do complexo esportivo”

Flamengo e Fluminense divulgaram uma nota oficial conjunta sobre o acordo. Nela, os clubes tentam tranquilizar Vasco e Botafogo, dizendo que “apesar de não fazerem parte do consórcio, os dois coirmãos terão acesso justo e isonômico para a utilização do complexo esportivo”. Vale lembrar que, pouco antes da nota de Flamengo e Fluminense, em coletiva de imprensa, o presidente do Vasco reclamou da maneira como o processo foi conduzido, pois também tinha interesse na administração.

Confira abaixo o comunicado dos clubes, na integra:

“Flamengo e Fluminense celebram e agradecem a confiança do Governo do Estado do Rio de Janeiro na parceria firmada para a administração do Maracanã. Este é um momento histórico para o esporte nacional. A rivalidade fica dentro do campo, demonstrando que todos os clubes podem trabalhar em conjunto para o bem do futebol carioca, levando a alegria para os milhões de torcedores. A dupla Fla-Flu está preparada para o enorme desafio que tem pela frente. Os dois clubes reafirmam que a prioridade é a realização de partidas de futebol dos clubes cariocas, com uma condição comercial justa, bem melhor do que a oferecida até agora. Vale lembrar que, apesar de Botafogo e Vasco não fazerem parte do consórcio, os dois coirmãos terão acesso justo e isonômico para a utilização do complexo esportivo.”

Publicidade

Compartilhe