Subway quer acabar com uso de plástico na América Latina

Buscar

Marketing

Publicidade

Subway quer acabar com uso de plástico na América Latina

Marca traçou ações e campanha com quatro etapas para reduzir em 100% a presença de plástico em suas unidades

Thaís Monteiro
7 de junho de 2019 - 18h41

Em um plano de quatro fases, a Subway América Latina começa nesta sexta-feira, 7, a campanha #NãoSalvemOsCanudos cujo objetivo final é reduzir em 100% o uso de plástico em seus restaurantes na América Latina. Na primeira fase, que inicia no Dia Mundial dos Oceanos, a marca disponibiliza fotos e notícias sobre preservação ambiental no hotsite da campanha e sugere que o público apoie a Fundação Chelonia, sediada em Porto Rico, que trabalha para preservar praias e áreas onde as tartarugas marinhas estão em risco de extinção.

 

Iniciativa é inspirada em teste da marca na Costa Rica (Crédito: Divulgação/Subway)

O conteúdo está disponível no Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile, Costa Rica, Porto Rico, Panamá, Guatemala, Honduras, El Salvador, Peru, Uruguai, e República Dominicana, e foi feito com a Posibl, empresa multimídia que atua no desenvolvimento de conteúdo e iniciativas de impacto social. Junto com a primeira fase, a rede pretende chegar a redução de 50% no uso do material até 2020 na região.

Nos próximos meses, quando firmarem parceria com uma ong local, a Subway convidará o público para apoiar pesquisas e se juntar ao parceiro local na limpeza de praias e outras atividades para proteger tartarugas e outras espécies marinhas. “Mas, acima de tudo, nós os convidamos a não solicitar um canudo ou tampa na próxima vez que estiverem em um restaurante do Subway ou em qualquer lugar que eles escolherem para fazer sua refeição”, ressalta Jesus Rodriguez, gerente de relações públicas e responsabilidade social corporativa da marca para América Latina.

A segunda fase consiste na busca por alternativas mais ecológicas que cumpram a mesma função que os materiais de plástico e, na terceira, a marca definirá uma data objetiva para se tornar a 100% livre de plástico. Por fim, no quarto passo, a empresa quer se tornar líder do setor de fast-food por meio das suas iniciativas de responsabilidade corporativa.

O projeto e a escolha da região faz parte de um experimento que a marca fez na Costa Rica em 2017 e 2018. Lá, a Subway reduziu o consumo de tampas em 49% e de canudos, em 47%. De acordo com a marca, 91% dos materiais plásticos fabricados no mundo não são reciclados. “Somos grandes usuários de plástico de uso único e, por isso mesmo, temos que nos responsabilizar e sermos líderes desta transformação. Estamos comprometidos com a redução de todos os problemas envolvendo o plástico de uso único, onde e quando seja prático e seguro fazê-lo. Como consequência, também devemos ser transparentes sobre o que podemos e não podemos ter”, afirma Rodriguez.

O movimento pela redução do uso de plástico começou a ser adotado pelas marcas com mais intensidade quando, em agosto de 2018, começou a viralizar um vídeo de uma tartaruga sufocando com um canudo de plástico. Hoje, o projeto de lei 92/2018 prevê a retirada progressiva de pratos, copos, bandejas e talheres de plásticos para o consumo de produtos alimentícios até uma retirada completa em dez anos. Rio Grande do Norte, Distrito Federal e a capital fluminense já baniram o uso de canudos de plástico.

Este mês, a Unilever também anunciou um plano para ter, até 2025, 25% de resina reciclada nas embalagens plásticas e um projeto para garantir que elas sejam criadas de forma a permitir a reutilização, a reciclagem ou a compostagem. Estão nessa iniciativa as marcas Omo, Love Beauty and Planet, Seda, Tresemmé e Dove.

Outras marcas, como The Body Shop e Adidas, lançaram este ano produtos feitos de material reciclável. A The Body Shop firmou uma parceria com a Plastics For Change, fabricante indiana de plástico reciclável, para criar embalagens com os produtos, enquanto a Adidas lançou a Parley, linha de produtos cujo principal, o tênis, é confeccionado com o reaproveitamento de garrafas plásticas retiradas do oceano. Segundo a marca, cada par fabricado evita que onze garrafas sejam descartadas.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • América Latina

  • Dove

  • Unilever

  • Adidas

  • subway

  • Omo

  • The Body Shop

  • plástico

  • Tresemmé

  • Sedã

  • Posibl

  • Love Beauty and Planet

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”