Ivete Sangalo: “Tudo é pautado na minha filosofia de vida”

Buscar

Marketing

Publicidade

Ivete Sangalo: “Tudo é pautado na minha filosofia de vida”

Prestes a lançar um camarote no Carnaval da Bahia, cantora comenta o que a inspira a criar novos negócios

Thaís Monteiro
18 de dezembro de 2019 - 6h00

Um evento que deve mobilizar um investimento de R$ 7 milhões e gerar dois mil empregos por dia, o Carnaval de 2020 da IESSI Music Entertainment, empresa que gerencia a carreira de Ivete Sangalo, da qual ela é sócia junto com Cynthia Sangalo (irmã) e Fábio Almeida, promete novidades. Pela primeira vez, a cantora terá um camarote em um hotel com 80 quartos.

 

Cantora também investirá em uma série de micaretas pelo País durante 2020 (Crédito: Rafa Mattei/IESSI Music Entertainment)

Denominado Camarote da Veveta, o Hotel Monte Pascoal está no circuito Barra-Ondina e funcionará entre sexta-feira, 21 de fevereiro, e terça-feira, 24, para o público não só de Ivete, mas também de outros artistas que integram a programação de shows nos blocos que passarem pelo local. De acordo com Fábio Almeida, empresário da cantora, o camarote foi criado pensando em ser um ponto de intersecção e união das marcas com Ivete, uma forma de fortalecer parcerias já existentes e formar novos laços. As marcas podem comprar áreas e quartos exclusivos para realizar ativações.

Atualmente, a IESSI Music Entertainment já está em negociação com algumas marcas e tem parceiros confirmados. A empresa dá prioridade a marcas que já trabalharam com Ivete em algum projeto — como Vivo, Kolleston, Piracanjuba e Grendha –, mas afirma que está aberta para negociações com empresas menores, que não conseguem fazer campanhas com a cantora, mas faz sentido ter eles no camarote. Não há agências mediando as conversas.

Dentre outras novidades, em 2020 a empresa realiza o CarnaVillage, uma agenda de micaretas em várias cidades do País. A marca Village já existia como um bloco de carnaval fora de época, como no Fortal, festa que acontece em julho em Fortaleza, e no Carnatal, no Rio Grande do Norte.

O Carnaval é o evento de maior expressão dentro do calendário de shows, apresentações e demais empreendimentos de Ivete. “Ele tem uma concentração e fluxo financeiro grande pela quantidade de dias. Temos uma arrecadação e investimento de bolso que é de extremo peso. Existe uma atratividade grande das marcas. Grandes marcas reforçam a parceria conosco e outras têm a oportunidade de fazer seu primeiro contato com Ivete, por meio de cotas. Dali saem outros acordos”, explica Fábio Almeida.

Entre outros aspectos, o evento também configura como uma forma de a cantora contribuir com a economia local da Bahia, seu estado natal. Almeida diz que levar investimento para a região, incrementar o turismo e gerar renda para a Bahia é uma das missões de Ivete como empreendedora. “Se nós começamos essa leva, outros artistas e marcas podem nos seguir”, considera.

Ao Meio & Mensagem, Ivete compartilhou como escolhe seus projetos e no que gosta de empreender:

Como você se interessou pelo mundo dos negócios e decidiu abrir sua própria empresa?
Na verdade, a minha relação com meu trabalho empresarial vai se fortalecendo a cada dia, conforme o meu interesse e a minha percepção daquilo que me cabe e daquilo que eu fico sempre experimentando: pensar a respeito de coisas que jamais imaginei, trabalhar empresarialmente, com possibilidades e, acima de tudo, com a compreensão daquilo que me cabe como artista. Dentro do mundo empresarial, o que eu absorvi de experiência é que o mais importante é você trabalhar com aquilo que domina, de onde você pode extrair o seu melhor e oferecer o seu melhor.

Quem é a Ivete como empresária? Como ela se difere da Ivete artista?
Eu tenho uma filosofia de trabalho que é impregnada diariamente, que é a minha presença e o trabalho que é feito entorno da minha carreira ser um reflexo do meu temperamento, da maneira como eu me comporto com pessoas e como eu me comporto no meu dia a dia. A maneira de conduzir os acordos, contratos e possíveis parcerias é pautada e baseada na minha filosofia de vida, que é o respeito acima de tudo, a compreensão do negócio como um todo e de onde começa a minha entrega e quando começa a entrega do outro.

Quais são os desafios e suas estratégias para manter sua marca por tantos anos de carreira?
Os desafios de uma carreira é se reinventar a todo instante, que é um desafio da vida da gente. Acho que a vida da gente é o exemplo mais próximo da condição de uma vida profissional. Esse é o grande desafio: se reinventar de uma forma coerente sem ferir os seus princípios, sua personalidade e sem ferir as coisas que você acredita. Você deve ser sua própria referência, se atualizar e se reinventar sem necessariamente absorver exclusivamente o que está em voga naquele momento. É preciso ter uma intersecção entre o que está em voga e o que você acredita. Se há uma coerência intensa, será um grande êxito. Se não, temos que buscar um caminho que não seja danoso, e sim proveitoso dentro desse raciocínio. Para manter minha marca, é esse o ponto crucial: é a não-subversão daquilo que você acredita com coerência, administrando a atualização das coisas que você faz e não se rendendo a um modismo ou referências da época.

**Crédito da imagem no topo: Rafa Mattei/IESSI Music Entertainment

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Ivete Sangalo

  • vivo

  • Piracanjuba

  • iessi music entertainment

  • kolleston

  • grendha

  • música

  • salvador

  • bahia

  • Carnaval

  • empreendimentos

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”