Download de apps de fintechs, e-commerce e games cresce em 2021

Buscar
Publicidade

Marketing

Download de apps de fintechs, e-commerce e games cresce em 2021

Estudo da Adjust revela que dezembro e janeiro do ano passado foram os melhores meses da história para a receita in-app


10 de maio de 2022 - 11h21

(Crédito: BigTunaOnline-shutterstock)

A ascensão da tecnologia, sobretudo a mobile, vem indicando a potência dos aplicativos para smartphones e algumas categorias são bastante exploradas pelos consumidores. O Relatório Mobile app trends, da Adjust, aponta que há um recorde na receita mensal in-app para fintech, e-commerce e gaming em 2021, com um aumento de 35%, 12% e 32% de aumento, respectivamente.

O estudo leva em conta as tendências a longo prazo em taxas globais de instalação, sessão, tempo gasto in-app, retenção, entre outros. 

Um dos principais marcos para esse segmento foi o lançamento do  iOS 14.5 da Apple e do framework AppTrackingTransparency (ATT), que fez com que o mercado de marketing mobile precisasse reavaliar o tratamento de dados dos usuários, por conta de medidas de privacidade. Mesmo com o cenário, as taxas de opt-in alcançaram 25% no serviço da Apple.



Apenas nos Estados Unidos, os downloads de apps de finanças atingiram a marca de US$ 573,1 milhões em 2021, o que representa um aumento de 19% em relação ao ano passado. Além disso, as instalações de aplicativos de fintechs especificamente chegaram ao ápice em novembro, um crescimento de 26% quando comparado à média de 2021 e 82% a 2020. Na América Latina, a porcentagem ano a ano chegou a 62%, enquanto a taxa global é de 35%. 

É importante ressaltar que o conceito de fintechs abrange aplicativos de pagamento (57%), bancos (34%), negociação (7%) e criptomoedas (2%). De acordo com a Adjust, uma das tendências de 2022 para o setor deverá ser o serviço Buy Now, Pay Later no acesso de criptoativos em carteiras digitais e cloud banking para bancos mais tradicionais.

Muito acentuado durante o período da pandemia, o e-commerce via mobile liderou as compras: em 2021, 67% das vendas foram realizadas através do canal; 55% dos consumidores realizaram as compras por um smartphone após ver anúncios em redes sociais. No geral, o público gastou 1 bilhão de horas em apps de compras ao longo do ano passado. A região Latam se consolida com uma taxa ano a ano de 14%, uma das maiores do mundo em relação ao serviço.

Em games, o destaque vai para diversas modalidades: desde jogos hipercasuais a role-playing imersivos. O aumento de downloads a nível global foi de 32%, enquanto na América Latina há um aumento de 3 pontos percentuais em relação à média mundial. No geral, os segmentos que mais se destacam são os hipercasuais (27%), de ação (17%), carta (11%) e de esportes (10%).  

Publicidade

Compartilhe

Veja também