Globo investe em economia colaborativa

Buscar

Mídia

Publicidade

Globo investe em economia colaborativa

Emissora lança plataforma Milhões de Uns que, a princípio, terá a duração de dois anos e envolve cocriação, web docs e eventos, entre outras ações

Teresa Levin
23 de outubro de 2017 - 9h43

Plataforma Milhões de Uns dividirá informações e conhecimento com o mercado e agências sobre a audiência diária de 100 milhões de pessoas que a emissora atinge (Crédito: Reprodução)

Cem milhões de brasileiros. Esse é o público alcançado pela Rede Globo, diariamente, por meio de suas múltiplas plataformas de conteúdo. Para comemorar seu alcance, a empresa apresentou neste domingo, 22, durante o Fantástico, uma campanha publicitária que destaca o marco, mas vai além, integrando o lançamento da plataforma Milhões de Uns. Por meio dela, a emissora irá compartilhar com o mercado, seus parceiros e a sociedade em geral informações e conhecimento sobre essa audiência, em um projeto que, a princípio, terá a duração de dois anos e incluirá diversas iniciativas, como eventos, salas de cocriação e web docs, entre outras ações que ainda estão sendo planejadas. O primeiro passo acontecerá em novembro em São Paulo e envolverá um evento voltado, principalmente, ao mercado publicitário, incluindo agências e anunciantes. Informações sobre comportamentos da sociedade, mercados e públicos regionais, estudos sobre segmentos da economia e gostos e tendências estão entre os assuntos que serão abordados na plataforma.

“Falamos com o Brasil inteiro ao mesmo tempo, mas não só coletivamente, também individualmente. Faremos um convite para a sociedade acessar esse conhecimento conosco em um projeto de dois anos de tangibilização dessa plataforma”, explica Sergio Valente, diretor de comunicação da Rede Globo. A ação faz parte da intenção da emissora de trabalhar em linha com a economia colaborativa. “Temos muita coisa dentro da Globo responsável por esse sucesso e é o momento de todas as empresas e da população estarem em sintonia para que o Brasil evolua. A ideia é compartilhar parte do conhecimento que temos com diferentes players”, acrescenta Fabia Juliasz, profissional que era diretora de vídeo audience measurement da Kantar Ibope Media e, há quatro meses, assumiu a diretoria de pesquisa da Globo. Fabia acrescenta que a emissora tem um conhecimento dos diferentes nichos, pela forma com que se relaciona com seu público, nas mais diversas plataformas. “Temos um entendimento do mindset das pessoas e esse conhecimento pode ser traduzido em um benefício para todas as entidades do mercado, para que se entenda o momento que estamos vivendo, com, por exemplo, as dinâmicas das cidades, a religiosidade no País, os impactos do que vivemos nas eleições”, observa.

A plataforma Milhões de Uns terá uma série de entregas, sendo a primeira delas, após a campanha publicitária, no evento na capital paulista em novembro. Em 2018, essa ação será retomada com projetos já existentes como o Globo Lab, ferramenta de cocriação desenvolvida pela empresa, e ainda web
docs, além de outros projetos que serão divulgados posteriormente. “Queremos construir novas pontes que vão se tornar novos negócios”, revela Valente. O executivo explica que há uma pipeline de ações elaborada na plataforma Milhões de Uns, mas que o projeto é uma ferramenta viva e, sendo assim, outras iniciativas podem surgir ao longo do caminho. O primeiro evento será voltado ao mercado levando em conta uma comunidade que gera conteúdo e
conhecimento, mas determinados conhecimentos serão oferecidos para toda a sociedade. Para isso, serão desenvolvidas ações de diversos tamanhos e com diferentes focos. Uma das apostas da iniciativa é numa troca com todo o mercado e a sociedade. “Queremos ouvir, construir pontes. Quanto mais compartilharmos, aprenderemos, criaremos soluções com clientes, agências, com as universidades e com quem quiser construir conosco”, diz Valente.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Audiência

  • TV aberta

  • Campanha

  • Negócios

  • globo

  • Emissora

  • Sergio Valente

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”