Ao vivo LIVE EFFIE AWARDS

Visão Geral: Regulamento, novidades e ficha de inscrição.

Com Marcelo Gomes, responsável pelo Effie Awards Brasil.

O potencial midiático do game Rainbow Six no Brasil

Buscar

Mídia

Publicidade

O potencial midiático do game Rainbow Six no Brasil

Brasileiros representaram a maior audiência global da mais recente competição da modalidade

Renato Rogenski
11 de março de 2019 - 6h00

Frame do jogo Rainbow Six Siege (Reprodução)

Os aficionados pelo universo dos games nos anos 1990 muito provavelmente não imaginaram que as gerações seguintes realizariam o sonho de ganhar muito dinheiro competindo. Hoje o e-sports é realidade e ativa um mercado global que deve gerar algo em torno de US$ 1 bilhão em receitas no ano de 2019, segundo um estudo da Newzoo, consultoria especializada no mercado de games e de mobile. O Brasil representa o terceiro maior público da modalidade em todo o mundo, com 18,3 milhões de espectadores, atrás apenas de China e EUA. Uma mostra dessa força aconteceu no mês de fevereiro. Os fãs brasileiros representaram a maior audiência global do Six Invitational 2019, campeonato mais importante de Rainbow Six Siege, prestigiado jogo de tiro e ação tática da Ubisoft.

A competição, que contou com 16 equipes (quatro delas do País) ultrapassou 22 milhões de visualizações no mundo, 30% vindo do Brasil. Foram mais de seis milhões de views e duas milhões de horas assistidas somente na transmissão em português, segundo números do próprio evento. O campeonato foi transmitido pelos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na plataforma Twitch e no Youtube. Além do volume de espectadores, também há aproximadamente dois milhões de jogadores do game espalhados por todo o território nacional.

Leia a seguir trechos de entrevista de Marcio Canosa Soares, diretor de eSports da Ubisoft para América Latina, sobre o Rainbow Six e o mercado de e-sports.

Marcio Canosa Soares – Quais são os atributos que fazem do jogo um fenômeno midiático?
Meio & Mensagem – O Rainbow Six Siege possui uma comunidade de 45 milhões de jogadores no mundo, mais de dois milhões somente no Brasil. Os campeonatos oficiais atraem muitos torcedores, que gostam de assistir aos seus ídolos competirem em partidas emocionantes de alta performance. No Brasil, temos a presença de oito dos melhores times do mundo, o que coloca o País em destaque no cenário competitivo mundial e na liderança em audiência. É um fenômeno midiático, de entretenimento e esportivo.

Quantos campeonatos o jogo tem? E quantos jogadores?
O calendário competitivo do Rainbow Six é bastante extenso. Além de organizar os dois “Majors” anuais (Six Invitational e Six Major) que consistem em grandes torneios envolvendo equipes do mundo todo pela disputa dos maiores prêmios da modalidade, a Ubisoft também promove temporadas de seis meses da Pro League em quatro regiões (América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e Europa) e o encontro das melhores equipes de cada divisão nas finais mundiais da Pro League. A Ubisoft também fomenta torneios nacionais ou regionais, como é o caso do Campeonato Brasileiro, que chamamos de “Brasileirão Rainbow Six” (BR6). É uma competição anual que reúne as oito melhores equipes brasileiras, com transmissões ao vivo sempre aos domingos às 18h. A edição de 2019 estreou em setembro de 2018 e se encerra na grande final em julho de 2019, para uma arena lotada com milhares de torcedores, e transmissão ao vivo nos canais SporTV.

“No Brasil, os investimentos ainda são baixos, mas já é possível citarmos marcas não endêmicas apostando no segmento”

O jogo movimenta qual cifra em reais, anualmente?
Não revelamos números de faturamento dos jogos, mas podemos dizer que o Rainbow Six Siege movimenta centenas de milhões de dólares no mundo, além de continuar com crescimento anual de dois digitos percentuais desde o lançamento.

Quais são os licenciamentos que o game possui?
O Rainbow Six Siege possui licenças para cadernos, mochilas, vestuário e colecionáveis, para empresas como Foroni, Luxcell, Band Up e Just Play, entre outras.

Como esse fenômeno midiático está sendo monetizado?
Assim como os esportes tradicionais, os e-sports oferecem uma série de oportunidades de negócios, como patrocínio, publicidade, licenciamento, merchandising, direitos de mídia, conteúdo digital, promoções, eventos, agenciamento, e muitas outras. A Ubisoft, como publicadora e desenvolvedora do Rainbow Six Siege, criou um novo mercado com esta modalidade dentro dos esportes eletrônicos.

Quais são as parcerias possíveis com as marcas?
As marcas podem entrar de diversas formas no mercado dos e-sports. Seja patrocinando um campeonato, uma equipe, jogadores, ou até mesmo com algumas ativações pontuais. Hoje, o alcance desse universo é muito alto e cada vez mais essas empresas estão olhando com atenção para a modalidade como uma forma direta de conversarem com este público. A audiência que essas competições têm e a quantidade de seguidores altamente engajados que essa comunidade possui, com grande envolvimento emocional, são o principal atrativo. No Brasil, os investimentos ainda são baixos, mas já é possível citarmos marcas não endêmicas apostando no segmento. Vivo, Oi, Netshoes, NET, Burger King, Gilette, Monster, Coca-Cola, são algumas delas. Como ainda há muito espaço para investimento no Brasil, as empresas que ingressarem neste momento são as que terão maior retorno.

E os argumentos de venda?
Nós, da Ubisoft, estamos conversando com marcas que desejam investir nos e-sports de forma consistente para construir e manter um relacionamento duradouro e relevante com a nossa comunidade de fãs e jogadores. Oferecemos às empresas e marcas parceiras a oportunidade de investir numa modalidade sólida e profissionalizada de e-sports, como é o caso do Rainbow Six Siege, com perspectiva a longo prazo e resultados significativos por muitos anos.

Imagem de topo: divulgação/ Ubisoft

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Game

  • midia

  • Brasil

  • e-sports

  • Ubisoft

  • Midiático

  • Rainbow Six