Aos 50 anos, TV Cultura anuncia reformulação na grade

Buscar

Mídia

Publicidade

Aos 50 anos, TV Cultura anuncia reformulação na grade

Para celebrar aniversário, canal promove 20 estreias e programas dedicados à história do grupo


23 de abril de 2019 - 17h30

 

Participação das cantoras Anavitória e Patricia Bastos na atração Escala Musical (crédito: divulgação)

Em comemoração aos seus 50 anos, a TV Cultura apresentou uma reformulação em sua programação. Serão 20 estreias e mais de 800 horas de novos conteúdos que incluem programas inéditos e novas temporadas de títulos já na grade. Com os lançamentos, a emissora também reorganiza sua grade, mudando horários de alguns programas. A reestruturação do conteúdo acontece neste mês e no próximo.

A emissora pretende reforçar seus objetivos de democratização da educação e cultura. Com esse foco, anuncia Escala Musical, que exibirá entrevistas e apresentações de ícones da música nacional. Em jornalismo, foi anunciado o Vitrine Brasil, dedicada às regionalidades do País, além de mudanças no Jornal da Cultura 1° Edição, com novo cenário, apresentação e ampliação do tempo na grade para 45 minutos. Além dos programas originais, o grupo também aposta em parcerias para as faixas de tecnologia, ficção e mundo animal. Produções da BBC, National Geographic e Associação de Televisões Educativas e Culturais Iberoamaericanas (Atei) farão parte do conteúdo da TV Cultura em 2019.

Tradicional na emissora, o conteúdo para as crianças também receberá reforços como a série Valentins, originalmente do canal Gloob, e a animação brasileira Os Chocolix. O canal também anunciou a animação Porto Papel, uma coprodução entre Brasil, Chile, Colômbia e Argentina que conquistou o Prix Jeunesse Internacional 2016, um dos maiores prêmios do segmento, que vai ao ar no sábado, 27, e permanecerá disponível no aplicativo Cultura Digital.

Em seu canal no YouTube, o grupo estreou em abril a atração semanal Marcas & Cidadania, que aborda ações de responsabilidade social desenvolvidas por agentes da iniciativa privada. Também serão lançados programas especiais em comemoração ao seu meio século de vida, como a série de documentários Cultura.50, que vai narrar a história do canal, e o biográfico Trajetórias, focado em personagens que estiveram envolvidos na jornada da emissora.

As mudanças acontecem meses antes da saída de Marcos Mendonça da presidência da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura. Em março ele informou que não irá se recandidatar ao cargo que ocupa desde 2013.

*Crédito da foto no topo: Divulgação

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marcos Mendonça

  • youtube

  • Fundação Padre Anchieta

  • tv cultura

  • national geographic

  • BBC

  • Gloob

  • ATEI

  • Valentins

  • Os Chocolix

  • Jornal da Cultura

  • Escala Musical

  • Vitrine Brasil