Cota de Futebol 2020 da Globo vale R$ 307 milhões cada

Buscar

Mídia

Publicidade

Cota de Futebol 2020 da Globo vale R$ 307 milhões cada

Valor tem ligeira redução em relação à temporada 2019; área comercial promete flexibilidade nas entregas e inserções em 85 jogos

Bárbara Sacchitiello
4 de setembro de 2019 - 6h00

Equipe de comentaristas e narradores da Globo apresenta ao mercado publicitário o plano de cobertura da temporada 2020 (Crédito: Fabio Rocha/Globo)

Os atuais patrocinadores do Futebol da Globo – e suas respectivas agências de publicidade – receberam nessa terça-feira, 3, o plano comercial referente às transmissões da temporada 2020 dos campeonatos de futebol. De acordo com informações apuradas pela reportagem, o início das negociações aconteceu logo após a emissora ter recebido profissionais do mercado publicitário em sua sede, em São Paulo, para apresentar algumas informações da cobertura esportiva no próximo ano. No evento, entretanto, a Globo não detalhou valores das cotas de patrocínio.

Para a temporada 2020, a Globo pede no plano comercial a quantia de R$ 307 milhões por cota. O valor é ligeiramente inferior ao cobrado em 2019 (R$ 310 milhões). A diferença pode ser explicada por dois fatores: uma redução na quantidade de jogos que serão transmitidos (no próximo ano serão 85 partidas conta 95 de 2019) e o fato de 2020 ser um ano de cobertura olímpica, que ganhará outro plano comercial independente na emissora.

Por enquanto, os atuais patrocinadores do futebol têm prioridade na renovação. São eles: Ambev, Casas Bahia, Chevrolet, Hypera Pharma, Itaú, e Vivo. Para esses anunciantes, a emissora promete flexibilizar ainda mais as soluções comerciais e inserções ao longo da grade, que não se restringem à transmissão dos jogos, em si, mas também contemplam os telejornais e outros programas da casa.

Nos últimos tempos, a área de negócios integrados da Globo já vinha ampliando as possibilidades de inserção dos anunciantes no Futebol, inserindo as marcas durante a exibição da escalação dos times e no placar, por exemplo. Agora, a emissora promete, junto aos próprios anunciantes e agências, desenvolver novas soluções que atendam aos parceiros comerciais. “Conversamos com nossos patrocinadores para compreender suas demandas e, juntos, descobrir a melhor forma de atendê-los. Acredito que iremos desenvolver em conjunto soluções interessantes, que possam aproveitar a qualidade de nosso produto e a importância que damos ao futebol na grade”, disse Eduardo Schaeffer, diretor de negócios integrados da Globo, durante evento de apresentação do pacote Futebol 2020.

Como novidade no pacote comercial, Schaeffer comentou que as inserções poderão ser feitas de forma local – ou seja, a marca poderá veicular filmes diferentes em cada praça do País. “Os anunciantes possuem demandas regionais diferentes e agora poderão transmitir mensagens específicas de maneira local”, explicou o executivo. O projeto do Futebol também contempla todos os conteúdos do Globoesporte.com, o fantasy game Cartola e também as redes sociais dos programas da casa. Para 2020, o digital também terá novos conteúdos. Um deles será o “Segue o Jogo”, atração que entrará no ar pelo Globoesporte.com sempre após a transmissão de cada partida.

Participação do time esportivo
Uma das principais novidades a que os patrocinadores da temporada 2020 terão acesso é a possibilidade de utilizar os narradores e comentaristas da casa em ações publicitárias. Galvão Bueno, Cléber Machado, Luis Roberto, Walter Casagrande, Caio Ribeiro, Felipe Andreolli e outros nomes do jornalismo esportivo estão liberados para ações comerciais das marcas que patrocinem o pacote futebol 2020.

A equipe de Esportes da emissora não está impedida, contudo, de fazer ações com anunciantes que não façam parte do time de patrocinadores do Futebol, desde que não sejam campanhas publicitárias tradicionais. O projeto “Na Estrada com Galvão”, por exemplo, que conta com patrocínio da Volkswagen e é apresentado pelo narrador, não teria impeditivos pelo fato de ser considerada uma ação de conteúdo pela emissora. O quadro vai ao ar no Esporte Espetacular.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”