Após jornais, canais de TV também liberam conteúdo

Buscar

Mídia

Publicidade

Após jornais, canais de TV também liberam conteúdo

GloboNews, BandNews e a estreante CNN Brasil mantêm sinal aberto nas operadoras para ajudar a população a se informar sobre o novo coronavírus

Bárbara Sacchitiello
17 de março de 2020 - 6h00

Evaristo Costa é apresentador da CNN Brasil. Canal abriu sinal para não assinantes durante crise do coronavírus (Crédito: divulgação)

Depois de alguns dos maiores jornais do País abrirem o paywall para que mais leitores tenham acesso ao seu conteúdo — e possam obter informações sobre os casos do coronavírus no Brasil e no mundo — os canais de TV paga também estão revisando temporariamente sue modelo de negócio e começam a abrir o sinal para quem não é assinante.

Desde essa segunda-feira, 16, a GloboNews e a BandNews TV liberaram o sinal de sua programação em todas as operadoras. No caso do canal da Globo, a exibição dos conteúdos pode ser acompanhada ao vivo pelo portal G1. Além do canal de notícias, a Globo também abriu o sinal de seus ouros canais pagos (como Multishow, GNT, Viva, SporTV, Universal TV e outros) para os assinantes de todos os planos das operadoras de TV paga. Segundo o grupo, a proposta é ampliar as opções de entretenimento em um período em que muitas pessoas ficarão mais tempo em casa.

O Grupo Bandeirantes também decidiu tirar a restrição de seus canais pagos e, além da BandNews TV, também disponibiliza aos assinantes das operadoras Claro, Sky e Vivo TV a programação do BandSports, Arte 1 e Terra Viva. A abertura do sinal acontece pelas próximas duas semanas.

Estreante na esfera da TV Paga, a CNN Brasil também adotou a estratégia de abrir o sinal para convidar mais pessoas a conhecerem seu conteúdo. A emissora jornalística, que fez sua estreia nesse domingo, 15, decidiu abrir o período de degustação para atrair mais pessoas à sua grade. A iniciativa vale para 100% da base de assinantes da Claro, Sky, Oi TV e Vivo TV.

Abertura das operadoras
A decisão de abrir o sinal dos canais pagos também partiu das operadoras de canais pagos, que anunciaram a liberação do sinal para que os assinantes, independentemente dos pacotes a que tenham direito, possam acompanhar o conteúdo da maior parte das programadoras. A ClaroTV, Sky, Vivo e Oi estão exibindo o sinal da maior parte dos canais (exceto daqueles com conteúdo premium) pelos próximos 15 ou 20 dias. De acordo com as operadoras, a proposta é levar mais informação e entretenimento para as pessoas que permanecerão em casa nesse momento.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Globo

  • Viva

  • SporTV

  • GNT

  • universal

  • Multishow

  • GloboNews

  • CNN Brasil

  • Bandnews TV

  • Conteúdo

  • midia

  • TV Paga

  • TV

  • jornalismo

  • paywall

  • canais pagos

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”