Emmy International indica produções da Globo e Record

Buscar

Mídia

Publicidade

Emmy International indica produções da Globo e Record

Canta Comigo, comandado por Gugu Liberato, concorre como reality-show; Globo disputa com Orfãos da Terra, em novela e Andrea Beltrão, indicada como atriz pela série Hebe

Bárbara Sacchitiello
24 de setembro de 2020 - 18h17

Programa apresentado por Gugu Liberato em 2019, Canta Comigo concorre na categoria Melhor Reality Show (Crédito: Divulgação/Record)

Atualizada em 25/9, às 12h03

O International Emmy Awards listou algumas produções brasileiras entre as finalistas da edição de 2020 de sua premiação. A novela Orfãos da Terra, que estreou em abril de 2019 na tela da Globo, disputa o prêmio de Melhor Novela. A trama, escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes, contava a trajetória de refugiados sírios e de outras origens que viviam no Brasil. A premiação do Emmy International está marcada para 23 de novembro.

Além da novela, a Globo também teve outra indicação. A atriz Andrea Beltrão, que interpretou Hebe Camargo no filme e na série Hebe, disponibilizada no Globoplay e, atualmente, exibida na TV aberta pela Globo, recebeu uma indicação ao troféu de Melhor Atriz. Outro ator brasileiro também foi indicado. Raphel Logam recebeu a nomeação do Emmy Internacional pelo seu trabalho na série Impuros, que é uma produção da Barry Company e da Caravela Filmes para a Fox Premium. A série também faz parte do catálogo do Globoplay.

A Globo também teve uma indicação na categoria minissérie ou filme, por Elis – Viver É Melhor Que Sonhar, série que conta a trajetória da cantora Elis Regina, que foi interpretada pela atriz Andréia Horta. A minissérie é uma produção da Globo com a Bravura Cinematográfica e com a Academia de Filmes.

A Record também recebeu uma indicação ao Emmy na categoria Melhor Reality Show pelo programa Canta Comigo. Formato e produção da Endemol Shine Brasil, o programa foi apresentado na Record por Gugu Liberato, que faleceu em novembro do ano passado, após um acidente em sua casa, nos Estados Unidos. Na época, a Record chegou a exibir os episódios finais do reality, que haviam sido gravados por Gugu.

O documentário Refavela 40, dirigido por Mini Kerti e produzido pela Conspiração e HBO em coprodução com a Gegê, foi indicado na categoria Melhor Programa de Arte. A obra conta a história do álbum Refavela, de Gilberto Gil, e foi lançada pela HBO Latin America.

O Brasil também será representado no Emmy pela série Ninguém Tá Olhando, produzida pela Gullane e exibida na Netflix, que concorre na categoria Comédia.

Publicidade

Compartilhe