Estadão integra rede de apoio e prática em produtos jornalísticos

Buscar

Mídia

Publicidade

Estadão integra rede de apoio e prática em produtos jornalísticos

News Product Alliance tem o objetivo de construir um futuro mais sustentável e ético para a indústria do jornalismo


29 de setembro de 2020 - 18h09

(crédito: reprodução)

Com adesão do jornal O Estado de S. Paulo, nasce a News Product Alliance (NPA), rede de apoio e prática para pensadores e gerentes de produtos jornalísticos. A iniciativa formada por grupo de líderes da indústria de notícias que trabalham na intersecção de jornalismo, estratégias de audiência, negócios e tecnologia, tem o objetivo de construir um futuro mais sustentável e ético para a indústria do jornalismo.

A rede também tem a missão de oferecer oportunidades de treinamento, networking e desenvolvimento de carreira e elevar a disciplina de gerenciamento de produtos para os profissionais da indústria. “Todos nós precisamos cada vez mais conhecer nosso público e criar produtos que atendam às suas necessidades, fortalecendo assim a entrega de conteúdo”, comentou Luciana Cardoso, diretora digital do jornal brasileiro Estadão e membro do comitê gestor do NPA, em nota.

Atualmente, as redações de maior sucesso são aquelas que adotaram a estratégia de produto em sua cultura organizacional, de acordo com Becca Aaronson, presidente do comitê gestor interino da organização e ex-chefe de produto da Chalkbeat e The Texas Tribune. “À medida que essas práticas se expandem pela indústria de notícias, muitos jornalistas e profissionais de produto estão buscando apoio adicional para aprender e adotar essas habilidades”, afirmou, em comunicado.

A executiva ainda explicou que, ao reunir um grupo diversificado de profissionais de produtos jornalísticos de todo o mundo, a News Product Alliance facilitará a criação das melhores práticas de produtos para organizações jornalísticas e expandirá as oportunidades de colaboração. “Ao incluir diferentes países e idiomas, ampliaremos nosso intercâmbio de conhecimentos e as carreiras individuais de produtos nas redações”, disse Luciana, do Estadão.

Além de Luciana, o comitê gestor interino da NPA conta com profissionais de produto da Gannett, McClatchy, CalMatters, the Bay Area News Group, Google News Initiative e de outras organizações, e está recrutando membros de outras regiões para aumentar a diversidade de origens, pontos de vista e nacionalidades representadas. A rede ainda conta, inicialmente, com apoio da Escola de Jornalismo da Universidade de Missouri, a Escola de Pós-Graduação em Jornalismo da CUNY Newmark e a News Catalyst.

**Crédito da imagem no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe