Band planeja serviços diferenciais no seu streaming

Buscar
Publicidade

Mídia

Band planeja serviços diferenciais no seu streaming

BandPlay oferecerá produtos premium que possam justificar a assinatura do VOD

Thaís Monteiro
2 de junho de 2021 - 6h00

O Grupo Bandeirantes prepara o lançamento de uma nova versão do BandPlay, sua plataforma de streaming. O VOD reunirá o acervo histórico da Band, todas as marcas do grupo (incluindo os canais de TV, rádios e jornal), produções originais e ferramentas que engaje o público para o marketplace da empresa e de parceiros.

 

(Crédito: Reprodução/BandPlay)

Uma versão inicial do aplicativo foi lançado no início deste ano, mas com funções mais simples. Para o próxmo semestre, o grupo prepara um novo investimento tecnológico para colocar no ar uma versão robusta, com transmissão fluida, de alta qualidade, que represente todos os veículos da empresa empresa e inclua ofertas de conteúdo, mas também serviços digitais. A intenção é unir o que a empresa produz ao vivo e gratuito com produtos premium que possam justificar uma assinatura.

“A ideia é que possamos oferecer para as pessoas que têm vínculo com produtos do Grupo Bandeirantes e que estão ali dentro do universo do BandPlay, outros serviços e conteúdos via assinatura, como o acervo enorme que a Band possui de programas relevantes atemporais ou mesmo a possibilidade de alguns serviços de conteúdo premium”, explica André Luiz Costa, CEO da Vibra, spin-off de tecnologia do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Em termos de conteúdo, a plataforma conta com a transmissão de todo o conteúdo audiovisual dos canais de TV e rádios, incluindo a transmissão da Fórmula 1, o acervo do Grupo Bandeirantes e produções exclusivas para o digital, sejam elas assinadas pela Band ou pelo estúdio da Vibra. O executivo ainda assinala que a empresa tem a intenção de atrair novos parceiros de conteúdo. As rádios tinham um aplicativo próprio, mas agora todas as marcas do País serão migradas para o BandPlay.

Para divulgar a plataforma, o grupo aposta na força de comunicação para direcionar a audiência para o streaming. “Usar todo o Grupo para promover uma plataforma, onde todos os veículos estão reunidos, é uma estratégia muito forte que a empresa vem utilizando cada vez mais, seguindo uma diretriz da Vibra, que é a detentora do inventário digital de todo o Grupo, a formuladora da estratégia, dos dados e dos insights para investimentos no digital”, indica Costa.

O executivo considera o momento do mercado se streaming como de forte expansão. Porém, ele acredita que a tendência para os próximos anos é de consolidação. “O consumidor não vai ficar pagando por tantos serviços separadamente. Já vemos alguns players do mercado se juntando, se aliando, e a tendência é o consumidor ter cada vez mais o hábito de consumir via streaming. É uma consolidação que a gente já vê em mercados como nos Estados Unidos, de marcas unindo forças e criando produtos em conjunto, enfim, como a audiência nas redes é muito pulverizada, quanto mais a gente somar forças e se complementar, melhor. E isso nos fazemos dentro do Grupo Bandeirantes”, diz. O executivo aposta na audiência construída nos veículos do grupo. “Acreditamos que não há, necessariamente, uma concorrência tão direta, embora o consumidor só possa ver um produto por vez, já que a atenção é uma só”, afirma.

**Crédito da imagem no topo: Novendi Dian Prasetya/iStock

Publicidade

Compartilhe

Veja também