YouTube distribui dinheiro para incentivar uso dos Shorts

Buscar

Mídia

Publicidade

YouTube distribui dinheiro para incentivar uso dos Shorts

Criadores podem receber entre 100 e 10 mil dólares para criar conteúdo para o formato vertical do YouTube


3 de agosto de 2021 - 16h41

Em maio, junto com o lançamento do Shorts, formato de vídeos curtos e verticais, o YouTube anunciou a criação do Shorts Fund, fundo de investimentos para incentivar criadores de conteúdo a produzirem conteúdo na versão Shorts. Esta terça-feira, 3, o YouTube comunicou o início do uso do fundo como o primeiro passo de uma jornada para monetizar o formato.

 

Criadores podem receber entre 100 e 10 mil dólares (Crédito: Szabo Viktor/Unsplash)

De acordo com a plataforma, cerca de US$ 100 milhões serão distribuídos para criadores qualificados de acordo com critérios estabelecidos pela plataforma. A quantia será usada entre 2021 e 2022. Cada criador pode ganhar entre US$ 100 a US$ 10.000 com base no alcance e engajamento de seus vídeos. O YouTube entrará em contato com novos criadores mensalmente.

Os critérios incluem vídeos originais, estar de acordo com as diretrizes da comunidade e com as políticas de monetização do YouTube, seguir regras de direitos autorais, ter residência nos países onde o fundo se aplica num primeiro momento, e outros.

O YouTube já é conhecido por criar fundos de incentivo para criadores de conteúdo. Alguns deles são voltados para influenciadores negros e outros para conteúdo infantil. Além dessa modalidade, o YouTube tem outras formas de remuneração de criadores, como na distribuição de ganhos por anúncios veiculados no vídeo, na assinatura do YouTube Premium e outros.

Segundo a plataforma, nos últimos três anos a marca pagou US$ 30 milhões para criadores, artistas e empresas de mídia e, no segundo trimestre de 2021, remunerou mais criadores e parceiros do que em qualquer outro trimestre.

Publicidade

Compartilhe