O que a Locaweb quer no mercado de influência?

Buscar

Mídia

Publicidade

O que a Locaweb quer no mercado de influência?

Empresa quer auxiliar clientes na sua presença digital e auxiliar na profissionalização dos influenciadores

Thaís Monteiro
11 de outubro de 2021 - 8h00

Na semana passada, a Locaweb anunciou a aquisição da Squid, empresa de marketing de influência fundada em 2014. Os clientes da Locaweb poderão acessar criadores de conteúdo para impulsionar seus negócios. Em contrapartida, os criadores podem ganhar parcerias de tais clientes e também desenvolver seu próprio negócio com as soluções do grupo Locaweb, incluindo plataforma de comércio eletrônico e gestão de redes sociais, meios de pagamento, sites, domínio, entre outras.

 

(Crédito: Germano Lüders/Divulgação)

A compra partiu da crença de que a Squid poderia ajudar os clientes da Locaweb, principalmente pequenas e médias empresas (PMEs) na sua presença digital e conteúdo, diz o CEO da Locaweb, Fernando Cirne. Atualmente, a Locaweb tem 600 mil clientes e a Squid tem uma base de 100 mil influenciadores cadastrados em seu ecossistema.

“Em paralelo temos também uma outra visão, que é de profissionalizar esses influenciadores, visto que muitos ainda são pequenos e começaram de forma tímida. Mas a tendência é que eles (influenciadores) também cresçam e possam se profissionalizar no meio digital e a Locaweb também passa a oferecer para eles soluções e ferramentas para isso”, coloca o executivo.

Outra interesse da Locaweb na Squid é suas ferramentas de automatização e capacidade escalável que foi criada para atender grandes clientes, mas pode ser adaptada a clientes pequenos. “Então, o primeiro ponto que chamou a atenção da Locaweb, foi a escrita ser muito preparada para atuar na cauda longa e, no caso da Locaweb, a proposta de valor que nós temos à Squid é ajudar ela trabalhar bem na cauda longa colocar uma experiência muito grande em trabalhar produtos digitais para cauda longa”, diz.

A compra da Squid foi feita pelo valor de R$ 180 milhões. A receita anual recorrente da empresa de marketing de influência consta por volta de R$ 100 milhões. Felipe Oliva e Carlos Tristan, sócios-fundadores da Squid, assumem a função de heads da Squid e a operação completa será mantida trabalhando em paralelo à Locaweb. Porém a Locaweb também disponibilizará recursos para o crescimento da Squid.

**Crédito da imagem no topo: Cristian Dina/Pexels

Publicidade

Compartilhe