CNN Brasil aposta em conteúdo agro

Buscar

Mídia

Publicidade

CNN Brasil aposta em conteúdo agro

Plataforma sobre agronegócio estará no rádio, televisão e digital e terá um evento proprietário em agosto de 2022.

Thaís Monteiro
26 de novembro de 2021 - 15h57

Na semana passada, a CNN estreou o boletim Conexão Agro, quadro de um minuto que irá ao ar às 10h30, nas terças, quintas, sábados e domingos no linear, mas estará disponível nas diversas plataformas da marca. Apresentado por Evandro Cini, o Conexão Agro é o primeiro produto totalmente dedicado ao agronegócio, mas ele também incluirá questões tecnológicas e sustentáveis, que são caras ao público do canal. Além disso, a CNN criou uma editora de Agro, especializada e voltada exclusivamente para a cobertura completa do que envolve o assunto.

 

Evandro Cini apresenta o quadro (Crédito: Divulgação/CNN Brasil)

“É muito importante. A CNN sempre se declarou como um veículo a favor do Brasil, um veículo que cobre com intensidade grandes assuntos nacionais, especialmente política, economia e internacional. E o agronegócio é um setor gigante na nossa economia, assim como a produção agrícola brasileira é gigante para o mundo. Então, é muito importante, assim como muitos outros setores. Neste momento, porém, o agro se destaca pela pujança, investimento e tecnologia embarcada na produção nacional”, pontua Américo Martins, VP de conteúdo da CNN Brasil.

De acordo com Mauricio Kotait, vice-presidente comercial da CNN Brasil, o agronegócio sempre foi pauta da CNN Brasil, mas decidiu criar um boletim específico para tratar do mercado, pois se trata do setor mais econômico do Brasil. Segundo o executivo, a plataforma estará no rádio, televisão e digital e um evento proprietário sobre o tema em agosto de 2022.

“Queremos fazer programas mais longos. Temos profissionais na casa e outros sendo contratados para fazer uma cobertura ainda mais robusta do agronegócio. Queremos fazer programas mais longos”, adianta. O canal aposta em publieditoriais no site e acredita que o evento de 2022 será uma boa oportunidade para se vincular ao público agro e geral.

**Crédito da imagem no topo: Koypic/Shutterstock

Publicidade

Compartilhe