A comunidade LGBT+ e o consumo de marcas

Buscar
Publicidade

Mídia

A comunidade LGBT+ e o consumo de marcas

Pesquisa realizada pelo Terra aponta que 49% das pessoas da comunidade deixariam de comprar produtos de empresas avessas às causas da diversidade


30 de junho de 2022 - 16h57

Celebrado como o mês do Orgulho e de evidências das pautas e causas da população LGBTQIAP+, o mês de junho termina nesta quinta-feira, 30, marcado por uma série de ações e iniciativas por parte de empresas para celebrar a diversidade.

 

Crédito: Chinnapong-shutterstock)

Para entender melhor os anseios dessa população e, sobretudo, suas relações com as marcas, o Terra, portal que foi patrocinador máster e parceiro de mídia da Parada do Orgulho, analisou respostas de 340 mil pessoas, de todo o Brasil, para entender os comportamentos e suas expectativas de consumo.

Um dos insights trazidos pela pesquisa é o de que 49% das pessoas da comunidade LGBT+ deixaria de consumir algum produto ou serviço de empresas avessas às causas da diversidade. Já 61% dos entrevistados disseram que se sentem inclinados a comprar produtos ou utilizar serviços de empresas que apoiam a causa LGBT+ e 55% dos respondentes afirmaram que pagariam até mais caro por esses itens.

O olhar das pessoas em relação à postura diversa nas empresas também está direcionado à publicidade: 68% dos entrevistados da comunidade disseram que aprovam a contratação de pessoas LGBT+ para sua publicidade e comunicação.

A pesquisa do Terra também procurou mapear o olhar das pessoas da comunidade em relação à política. Para 48% dos respondentes, é um hábito estudar e conhecer o passado de candidatos políticos; 42% disseram que consideram as propostas dos candidatos antes de ir às urnas, enquanto 31% disseram que o peso mais é o histórico político. Já 13% analisam mais as postagens de conteúdos dos candidatos nas redes sociais para definir o voto. A maioria (58%) declarou que a defesa das causas LGBT+ é fundamental na hora de escolher um candidato.

Publicidade

Compartilhe

Veja também