Metaverso: um caminho inevitável para as marcas

Buscar
Publicidade

Opinião

Metaverso: um caminho inevitável para as marcas

As tecnologias inovadoras impulsionam a reinvenção dos negócios, aprimorando os espaços de sociabilidade e interações


13 de abril de 2022 - 6h00

Crédito: Shutterstock

O ritmo de mudanças no campo da tecnologia aumentou vertiginosamente nas últimas décadas. Em 2022, o que ficou claro é que a digitalização é um caminho irreversível. De acordo com a Forrester Research (Predictions 2022 Guide), aproximadamente 80% dos consumidores veem o mundo como totalmente digital, sem divisões. Empresas e governos enfrentaram uma necessidade de aprimorar sua presença digital para que seus clientes e funcionários façam interações de qualquer lugar.

As tecnologias inovadoras impulsionam a reinvenção dos negócios, aprimorando os espaços de sociabilidade e interações.  Uma palavra que se tornou conhecida instantaneamente foi o metaverso, representando um fenômeno que já vem acontecendo há muito tempo e que se tornou extremamente relevante. Um dos mitos mais conhecidos sobre o metaverso é que só podemos acessá-lo por meio de dispositivos de realidade virtual (VR). Na verdade, VR é apenas um dos mecanismos pelos quais podemos experimentar o metaverso, mas não é o único. Milhões de pessoas participam de universos virtuais diariamente sem dispositivos de realidade virtual. Outro equívoco é que o metaverso é um videogame. Embora as pessoas possam jogar e ganhar recompensas neste novo espaço virtual, esses jogos ocorreram no metaverso, mas não são o metaverso em si.

O metaverso é a desmaterialização de pessoas, lugares e coisas. Ou seja, quando se tornam virtuais. Foi associado primeiramente à indústria de jogos, mas expandiu para outras áreas como indústrias e mobile banking.  Hoje, por exemplo, uma fábrica pode usar a tecnologia para recriar uma cópia digital em 3D da sua planta, reconfigurando-a no mundo virtual, a fim de testar novas disposições e formatos antes de realizar investimentos nas mudanças físicas.

As experiências do metaverso compõe fusão de realidade aumentada, virtual e mista, ambientes 3D acessíveis e interativos em tempo real, realidade virtual e realidade aumentada. Esta última apresenta uma vantagem para os varejistas, por exemplo, que desejam fornecer uma experiência de compra mais interativa e personalizada. É certo que muitas empresas serão incentivadas a modificar seu modelo de negócios ao considerar o impacto que a tecnologia pode ter no comércio.

De acordo com o Relatório Anual de Internet da Cisco, quase dois terços da população global terão acesso à Internet até 2023, enquanto o número de dispositivos conectados a redes IP será três vezes superior ao da população total. Com avanços promissores no campo da computação óptica e quântica, veremos um aumento na velocidade de computação com menor consumo de energia. Acreditamos que a tecnologia apresentará mais possibilidades para os clientes interagirem e se envolverem com uma marca ou produto, novas maneiras de construir a experiência do cliente e novas ferramentas para as empresas fortalecerem seus relacionamentos a longo prazo.

Publicidade

Compartilhe

Veja também