Ao vivo LIVE EFFIE AWARDS

Visão Geral: Regulamento, novidades e ficha de inscrição.

Com Marcelo Gomes, responsável pelo Effie Awards Brasil.

Após escândalo de suborno, JWT Coréia é reestruturada

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Após escândalo de suborno, JWT Coréia é reestruturada

Junghwan Kim, diretor-geral da agência na Coréia do Sul, teria pago propina em troca de contratos; escritório abrirá nova unidade em parceria com a Y&R local


13 de maio de 2016 - 18h21

Com informações do Advertising Age

A J. Walter Thompson asiática vai unificar sua operação com a Y&R Coréia. A decisão foi anunciada após a prisão do diretor-geral da agência na Coréia do Sul, Junghwan Kim por suborno, que ocorreu em março. Segundo as investigações, o executivo teria pago a parceiros uma propina no valor de US$ 826 mil em troca de contratos.

Desde então, a imprensa asiática tem especulado sobre o fechamento da operação coreana. Nesta sexta-feira, 13, a empresa divulgou um comunicado informando que todos os clientes internacionais da JWT passarão a ser atendidos pela Y&R. Sendo assim, a JWT Coréia seguirá somente com os clientes locais.

Assédio
Esse é segundo escândalo que acomete a J. Walter Thompson. Também em março, o então CEO global da rede, Gustavo Martinez, foi alvo de um processo de racismo e assédio sexual nos Estados Unidos, pela corte federal de Manhattan. A ação foi movida peça chief communications officer do grupo, Erin Johnson.

A atual CEO do grupo, Tamara Ingram, criou um conselho global de diversidade e inclusão que será liderado por ela mesma. A iniciativa foi apresentada aos funcionários da empresa no mundo inteiro por meio de um vídeo, que traz a seguinte afirmação: “Acreditamos que a diversidade e a inclusão é essencial se quisermos entregar o trabalho extraordinário que precisamos fazer para transformar e impulsionar o negócio de nossos clientes”.

Além disso, a JWT firmou parceria com a consultoria inQuest, especializada em ajudar companhias a criarem ambientes inclusivos e diversificados, com o objetivo de revisar práticas e procedimentos da agência.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Junghwan Kim

  • Gustavo Martinez

  • Erin Johnson

  • Tamara Ingram

  • J. Walter Thompson

  • JWT

  • inQuest

  • racismo

  • suborno

  • investigações

  • assédio sexual

Comente