Doria pode liberar anúncio em outros mobiliários urbanos

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Doria pode liberar anúncio em outros mobiliários urbanos

Prefeito de São Paulo enviou projeto de lei, que inclui banheiro, lixeiras e placas de rua, à Câmara Municipal


27 de julho de 2017 - 14h52

Com o objetivo de liberar a exploração publicitária em equipamentos de mobiliários urbano à iniciativa privada, João Doria, prefeito de São Paulo, enviou um projeto de lei à Câmara Municipal. Na proposta, estão inclusos banheiros, placas com nome de vias e logradouros públicos, bicicletários, lixeiras, quiosques multiuso, bancos de descanso, bebedouros, grades, balizadores, paraciclos e totens interativos. Segundo matéria do Estadão, a novidade permeia comunicação visual, câmeras e sinal wi-fi.

Além de tornar menos rígida a Lei Cidade Limpa, o projeto amplia o que já é realizado nos relógios e abrigos de ônibus da cidade. Aos olhos da gestão de Doria, a confecção, instalação e manutenção dos mobiliários urbanos, por até 30 anos, atrairá empresas à manutenção destes equipamentos. Antes de ser sancionada, a proposta necessita de aprovação, em duas votações, na Câmera. O edital será responsável por reunir características, tamanhos, quantidades, localização e regras dos anúncios, quando e se o projeto for aprovado.

“Não estamos flexibilizando nada, porque isso já está previsto na Lei Cidade Limpa, que diz, claramente, que itens de mobiliário urbano podem receber anúncios mediante aprovação de lei específica, como estamos fazendo agora”, disse Julio Semeghini, secretário municipal de Governo, ao Estadão.  “O que temos de concreto, hoje, na Prefeitura, são os projeto para banheiro e quiosques de flores. Mas, como teríamos de mandar um projeto fazendo as alterações, decidimos incluir todos os itens que um dia podem ser concedidos”, concluiu.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Julio Semeghini

  • João Doria

  • estadao

  • Publicidade

  • outdoor

  • João Doria

  • Lei Cidade Limpa

  • Julio Semeghini

Comente