Ademicon investe R$ 41 milhões em mídia e no BBB em 2022

Buscar

Ademicon investe R$ 41 milhões em mídia e no BBB em 2022

Buscar
Publicidade

Marketing

Ademicon investe R$ 41 milhões em mídia e no BBB em 2022

Em entrevista ao Meio & Mensagem, Tatiana Reichmann, CEO da companhia, fala sobre os investimentos do grupo em marketing, que inclui o BBB e esportes

Fill out the form below to send a message:


1 de abril de 2022 - 8h05

O mercado de consórcios cresceu mais de 20% em 2020, chegando a sete milhões de consorciados no Brasil, número recorde, segundo dados da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (ABAC). No ano passado, a Ademicon, empresa especialista em consórcio com 31 anos de história, comercializou R$ 8,2 bilhões em créditos, um aumento de 42% em relação a 2020.

Ainda em 2021, a companhia se uniu à administradora Conseg formando o Grupo Ademicon. A partir desse momento, o grupo adotou uma estrutura de marca monolítica, que abraça três marcas, a Ademicon Consórcio e Investimento, core business da empresa; a Ademicon Crédito, produtos home equity e seguros; e a Ademicon Administradora, que opera consórcio de marcas parceiras, como New Holland, Iveco e Librelato.

Atualmente o grupo Ademicon tem 140 lojas licenciadas em 17 estados e no Distrito Federal e pretende abrir mais 200 lojas até o final de 2023, meados de 2024. Além disso, com o objetivo de fortalecer sua marca nacionalmente, o conglomerado vai investir R$ 41 milhões em mídia neste ano para vender R$ 10 bilhões em créditos de consórcio pelo Brasil.

Tatiana Reichmann, CEO da Ademico (crédito: divulgação)

Com esse investimento, a empresa anunciou o patrocínio de uma prova do líder no Big Brother Brasil 22, além do lançamento de um grupo de consórcio Ademicon BBB. Comprando uma cota do grupo por meio da promoção “Vem ser líder com consórcio Ademicon BBB”, a pessoa concorre a roupões do BBB 22 e, no final, a um prêmio de R$ 100 mil em barras de ouro. Para impulsionar as vendas desse grupo, a empresa também está contando com ações de merchandising nos programas Mais Você e Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, publicidade veiculada em intervalos dos canais Globo e Multishow, e ações com influenciadores digitais. Segundo Tatiana Reichmann, CEO da Ademicon, o grupo foi lançado em 14 de março e já comercializou R$ 50 milhões em crédito.

Além das atividades relacionadas ao BBB 22, a Ademicon está patrocinando as transmissões dos campeonatos de tênis veiculados pelo canal ESPN. A ação começou em janeiro, com a transmissão do Australian Open, e vai se estender por todo o ano em mais de 200 jogos, incluindo três grand slams e diversos torneios ATP Masters. Ainda no esporte, a Ademicon é patrocinadora de pilotos em diferentes categorias do automobilismo.

Em entrevista ao Meio & Mensagem, Tatiana fala sobre a nova operação da companhia, seus investimentos em marketing e seus planos para este e os próximos anos.

Meio & Mensagem – Em 2020, a Ademilar se uniu à Conseg para formar o Grupo Ademicon, administradora independente de consórcio. O que motivou essa união?
Tatiana Reichmann – Passaram-se 28 anos trabalhando exclusivamente com consórcio de imóveis e abrindo lojas pelo Brasil, que é como se fosse uma franquia, mas como somos do sistema financeiro, não somos franquias, somos licenciamento de marca, que é igual uma franquia só que não tem royalties. Hoje, com cerca de 140 lojas espalhadas por todo o Brasil, tivemos a necessidade de sair com um único produto, precisávamos entregar mais produtos. Porém, somos do mercado de imóveis, então nos especializamos em consórcio de imóveis, na documentação, tendo esse acolhimento da rede comercial através dos consultores, diferente de olhar só o digital, e então percebemos que o consórcio estava pouco em um único produto. Como ser especialista em mais um produto tão rápido? Foi aí que decidimos nos juntar a uma empresa que tem o mesmo tempo de mercado, que a proprietária era um fundo, que traria mais governança para nossa empresa, que nesse momento era totalmente familiar, uma governança ainda primária. A entrada de um fundo abriu os nossos olhos para esse mundo completamente diferente e nós fizemos uma fusão com quem era especialista em consórcio de veículos leves e pesados em 2020. No auge da pandemia nós fizemos essa fusão. Nós trouxemos o especialismo dos veículos e especialismo do imóvel numa única empresa podendo entregar com qualidade aos nossos clientes o que eles mais precisavam. E como divulgar isso? No meio da pandemia não sabíamos muito o que iria acontecer, juros caindo, o consórcio nunca tinha vivido juros de 2,5 ao ano, e nós vimos que foram os anos que maior venda na história do consórcio dentro da Ademicon em 2020, 2021 e 2021 está neste mesmo caminho de grandes números. Então, surgiu a necessidade de novo de explicar para o brasileiro que o consórcio é o caminho. Foi quando nós começamos falar via nacional do produto.

M&M – O que mudou na operação da nova empresa?
Tatiana – A fusão trouxe esse especialismo no consórcio pesado, trouxe o profissionalismo, apesar de a família ter o controle, se ter o profissionalismo e a governança de executivos, a mistura do nativo de consórcio com conhecimento do executivo de mercado é o casamento perfeito para as empresas bem sucedidas. Isso nos dá muita credibilidade e muita segurança de que nós estamos fazendo algo no caminho certo.

M&M – Quando será a participação da Ademicon no BBB? Quais ações a empresa está planejando em relação ao reality?
Tatiana – Ainda não posso falar porque a Globo não tem exatamente a certeza da data. O que eu posso te adiantar é que é uma prova do líder. Tem um mês para o programa terminar, então estamos pela boa. A prova é definida por eles, com uma ajuda nossa, e essa prova ainda não está bem desenhada, mas ela vai ficar muito legal. Eles não permitem a divulgação de detalhes de prova, acredito que para não ter vazamentos, é um pedido deles, mas acredito que será muito interessante para conhecer o produto consórcio. Vamos conseguir passar o que é o consórcio, as oportunidades e as coisas boas do produto.

M&M – Além do BBB, neste ano o grupo também está patrocinando as transmissões dos campeonatos de tênis veiculados pelo canal ESPN. Por que o grupo decidiu se vincular aos esportes?
Tatiana – Temos a parte de acelerador que estamos também em parceria com vários corredores de automobilismo, a Ademicon Acelera, que são vários patrocínios de carros, de corredores. Olhamos o esporte como algo que faz bem. O tênis é algo que faz bem para a saúde, faz bem para a qualidade de vida, então combina muito com o nosso produto, que é o cuidar, o planejar da família. Tem muita sintonia com isso. Nós também estamos usando o tênis como algo social. Pegamos dois meninos que já estão jogando, mas que não têm oportunidades, eles foram treinados e depois tiveram o apoio de grandes jogadores de tênis e, agora, resolvemos apoiá-los em vários campeonatos. Eles estão indo até para Roland Garros joga. Nosso produto é totalmente brasileiro, então quanto mais pudermos levar esse nosso Brasil para fora melhor é. Esse olhar de apoio à esses meninos é muito nesse sentido de fazer algo pelo nosso País. E apoiar o tênis é porque o público também é interessante para nós.

M&M – Nos últimos anos, a Ademicon tem intensificado seu investimento no marketing. Quais são os planos de marketing para este ano e para os próximos?
Tatiana – Poucos CEOs no Brasil são do marketing. Eu sou completamente apoiadora do marketing. Se no orçamento deste ano comprovarmos que o crescimento justificou esse investimento de R$ 41 milhões, quero fazer o mesmo degrau para o ano que vem, ou seja, uns 25% de aumento em marketing para o próximo ano, mas precisamos ver como irá se comportar o ano, ainda não é uma certeza. A Luiza Possi é a nossa garota-propaganda faz uns seis anos, e encerramos o contrato com ela agora em junho de 2022. Ainda não sabemos se vamos renovar com ela ou se vamos buscar outra âncora para a nossa marca, devido a essa alteração. Mas com certeza terá um âncora e em julho já teremos campanha nova por todo o Brasil.

M&M – Atualmente vocês têm aproximadamente 140 lojas espalhadas pelo Brasil. Quantas pretende ter nos próximos anos?
Tatiana – A nossa meta é 25 lojas para este ano, no mínimo, e mais 25 para o ano que vem. E que mantenhamos a abertura de duas a três lojas por mês nos próximos anos. Estamos falando de 200 lojas até o final de 2023, meados de 2024, quando pretendemos abrir o IPO, porque vamos abrir ações no mercado.

M&M – A Ademicon prevê investir mais de R$ 10 milhões em inovação nos próximos dois anos. Qual é a importância da tecnologia para a companhia?
Tatiana – A tecnologia vem muito em parceria com o físico, por isso que falamos que a Ademicon é phygital. Porque presenciamos entregar para essas 140 lojas, tecnologia para eles venderem, para eles conseguirem acompanhar o cliente deles, para eles terem um acolhimento do cliente. E precisamos entregar para esses 180 mil clientes da carteira, para que ele consiga consultar a vida deles 24 horas por dia, 365 dias por ano, coisa que os bancos têm e que os consórcios não tem. Então, nós estamos olhando a tecnologia nesse sentido, na qual o cliente possa fazer qualquer atividade que ele precise por um aplicativo, sem precisar recorrer à administradora. Hoje, ainda não é possível isso. Todas as vezes têm que ter um atendimento pessoal. Porém, não queremos perder a necessidade desse cuidado presencial. Vamos ter todas essas 200 lojas recebendo os clientes a hora que eles quiserem para que eles sintam que tem um porto seguro. Queremos o robô para facilitar a vida deles, mas a prioridade é ser phygital.

M&M – Qual é o principal objetivo da companhia para o curto e longo prazo?
Tatiana – O objetivo principal da Ademicon é ser conhecida nacionalmente para abertura do capital. Esse é o nosso direcional estratégico, fazer 200 lojas, neste ano vender R$ 10 bi, quem sabe no ano que vem R$ 14 bi, ser phygital, ser reconhecida como uma empresa que consegue administrar outras empresas, ou seja, ser uma administradora white label com qualidade e excelência. Nossa ideia é que durante toda a jornada o cliente, ele consiga ter um acompanhamento com os especialistas em consórcio, ser reconhecida como quem ensina, para que possamos dar esse ensinamento sobre o produto consórcio para o brasileiro, como o produto consórcio é importante. Nós queremos ser reconhecidos como os especialistas em consórcio no Brasil.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Itaú negocia venda do Espaço Itaú de Cinema

    Itaú negocia venda do Espaço Itaú de Cinema

    Segundo o Itaú, esse acordo será com uma grande rede exibidora; em breve, a empresa trará novos detalhes da negociação

  • Shopee e Salon Line se unem em produto capilar vegano

    Shopee e Salon Line se unem em produto capilar vegano

    Colaboração apresenta Cronograma Capilar Shopee e Salon Line, kit limitado com três máscaras de hidratação lançado nesta quinta-feira, 22