Americanas tem inconsistência contábil de R$ 20 bi e CEO renuncia

Buscar

Americanas tem inconsistência contábil de R$ 20 bi e CEO renuncia

Buscar
Publicidade

Marketing

Americanas tem inconsistência contábil de R$ 20 bi e CEO renuncia

Companhia comunicou situação financeira em fato relevante; Sergio Rial deixou o comando dez dias após ter assumido o cargo

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


12 de janeiro de 2023 - 6h00

(Crédito: Shutterstock)

Em fato relevante divulgado na noite quarta-feira, 11, a Americanas S.A comunicou a seus acionistas e ao mercado a identificação de inconsistências em lançamentos contábeis ao longo dos anos anteriores.

De acordo com a companhia, uma análise preliminar da área contábil estima que os valores da inconsistência sejam da dimensão de R$ 20 bilhões.

“Neste momento, não é possível determinar todos os impactos de tais inconsistências na demonstração de resultado do balanço patrimonial da companhia”, diz o fato relevante.

No comunicado, a Americanas S.A explica que sua área contábil identificou a existência de financiamento de compras em valores que totalizariam R$ 20 bilhões, em que a companhia é devedora perante instituições financeiras, mas que não se encontram adequadamente refletidas na conta fornecedores nas demonstrações financeiras de 30 de setembro de 2022, data do balanço.

CEO e diretor de RI deixam Americanas S.A

O mesmo fato relevante divulgado pela Americanas S.A anuncia que, diante das descobertas financeiras, “e por consequente alteração de prioridades da administração”, o CEO da empresa, Sergio Rial, optou por deixar a companhia.

Anunciado no ano passado como o novo líder da empresa a partir de 2023, Rial havia assumido a presidência há dez dias, no lugar de Miguel Gutierrez, que liderou a operação pelos últimos 20 anos. Até o final de 2021, Rial foi presidente do Banco Santander Brasil. Antes, teve experiências em outras grandes companhias, além de ter 15 anos de vivência em cargos internacionais, passando por Ásia, Europa e Estados Unidos.

Além de Rial, também decidiu se desligar da Americanas S.A o diretor de relações com investidores, André Covre.
O Conselho de Administração da empresa nomeou interinamente o executivo João Guerra para as duas funções de forma interina.

Comitê da Americanas S.A vai apurar inconsistência contábil

A empresa também comunica que seu Conselho de Administração decidiu criar um comitê independente para apurar as “circunstâncias que ocasionaram as referidas inconsistências contábeis” e que o comitê terá os poderes necessários para conduzir os trabalhos.

Sergio Rial irá assessorar a companhia nesse processo, segundo o fato relevante.

A Americanas S.A promete manter o mercado informado a respeito dos desdobramentos relevantes relacionados ao assunto.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Walmart adquire fabricante de smart TVs Vizio por US$ 2,3 bilhões

    Walmart adquire fabricante de smart TVs Vizio por US$ 2,3 bilhões

    Segundo informações da Bloomberg News, o acordo aceleraria o negócio de publicidade da varejista, o Walmart Connect

  • Piracanjuba se posiciona como grupo e apresenta marca corporativa

    Piracanjuba se posiciona como grupo e apresenta marca corporativa

    Companhia passa a ser responsável pelas marcas Piracanjuba, Leitbom e pretende expandir a atuação para além dos produtos lácteos