Como as marcas estão apoiando a população no RS

Buscar

Como as marcas estão apoiando a população no RS

Buscar
Publicidade

Marketing

Como as marcas estão apoiando a população no RS

Ações incluem arrecadação de doações, transporte gratuito, congelamento de preços e condições especiais de pagamento


7 de maio de 2024 - 15h29

Atualizado em 10/05 às 17h34

Desde o dia 27 de abril, fortes chuvas vêm atingindo o Rio Grande do Sul. Até esta terça-feira, 7, foram confirmadas 90 mortes e 132 pessoas estão desaparecidas em decorrência dos temporais e alagamentos. Segundo o mais recente boletim da Defesa Civil, mais de 1,3 milhão de pessoas foram afetadas e 155 mil pessoas estão desalojadas.

empresas ajudam o RS

Inundações me Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, 2024 (Crédito: Picture Alliance/Getty Images)

Há menos de um ano, em setembro do ano passado, 54 pessoas morreram no estado em uma tragédia ambiental semelhante. Diante desse cenário, a sociedade civil vem se mobilizando em uma série de iniciativas, captando doações para os atingidos.

As companhias, por sua vez, também anunciaram medidas para ajudar a população afetada. Dada a dificuldade de acesso à região, as companhias aéreas estão promovendo campanhas gratuitas para levar doações em seus aviões além de ações individuais. Confira:

Azul

A companhia instalou postos de arrecadação de doações nos 160 aeroportos em que opera e nas 103 lojas da Azul Viagens. A aérea também criou um Fundo Social de apoio humanitário. O fundo arrecadará recursos para prestar assistência aos impactados.

Gol e Smiles 

Da mesma forma, a Gol se uniu a Central Única das Favelas (Cufa) para arrecadar roupas, itens de uso pessoal e utensílios domésticos destinados às vítimas da tragédia. A operação logística de envio será feita pela Gollog. A Smiles, programa de fidelidade da companhia, também fará parte da ação.

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Smiles (@smiles.oficial)

Latam

A Latam acionou o seu programa Avião Solidário, que também transportará gratuitamente as doações para população. A ação de arrecadação acontece em parceria com o Movimento União BR. O movimento, por sua vez, já arrecadou R$ 8 milhões em doações.

Itaú

O Itaú fez um aporte de R$ 5 milhões na iniciativa da Azul para os voos humanitários e outros R$ 5 milhões para a ONG União Brasil para destinar recursos à população local. O banco também isentará tarifas de anuidade da conta e cartões para clientes pessoa física e as tarifas de maquininhas Rede dos clientes corporativos.

Mercado Livre

O Meli, junto com o seu banco digital Mercado Pago, doou R$ 1 milhão para a ONG Ação da Cidadania. O Mercado Pago também incluiu uma funcionalidade de doação para o público na sua plataforma, com valores a partir de R$5.

BRF e Marfrig

A BRF e a Marfrig criaram um fundo de ajuda humanitária. Até o dia 20, a cada R$ 1 doado pelos consumidores, as companhias somarão mais R$ 1, triplicando o valor da doação. As companhias também doaram 50 toneladas de alimentos e 5,5 toneladas de ração.

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por BRF (@brf_global)

Cimed

A Cimed doará R$ 1 milhão em medicamentos para o governo estadual, dará baixa nos pagamentos de compras feitas por farmácias atingidas pela enchente e reposição de 100% das mercadorias perdidas de todas as farmácias atingidas e redução de preços dos produtos.

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por CIMED (@cimedco)

Sicredi

Em parceria com as cooperativas do sistema, o Sicredi está arrecadando doações por meio da chave pix  ajuders@sicredi.com.br.

Grupo Carrefour Brasil

O Grupo Carrefour Brasil congelará os preços em suas lojas no Rio Grande do Sul. A medida é válida para todas as bandeiras da companhia. O grupo também disponibilizou lojas para receber doações em parceria com a Ação da Cidadania. A empresa anunciou uma doação adicional de 50 mil cestas básicas, em alimentos, água e produtos de higiene para as vítimas. A empresa também vai realizar a doação de 500 toneladas em alimentos, água e produtos de higiene, montante que equivale a 50 mil cestas básicas.

iFood

O iFood anunciou um repasse emergencial de R$ 2 milhões para os entregadores do estado. O valor será calculado com base na média de ganhos do entregador no último mês, com pagamento mínimo de R$ 100. A companhia também está trabalhando junto ao Sindicato dos Motociclistas Profissionais de Porto Alegre para oferecer doações e antecipará o repasse de todas as vendas para os restaurantes parceiros. Além disso, os usuários podem fazer doações através do aplicativo.

Santander

O banco criou um Fundo de Ajuda Humanitária voltado para os colaboradores e comunidade afetados. Cada real doado por colaboradores nas ações internas será dobrado pelo banco. A companhia também está oferecendo condições especiais, como renegociação de parcelas de financiamento, prioridade no acionamento de sinistros. Também não serão feitas ações de cobrança e negativação.

Vivo

Para apoiar a população, a companhia vai disponibilizar 10GB para todos os clientes dos Vivo Pré e Controle da região, assim como disponibilizou suas redes de telecomunicações para que clientes de outras operadoras possam acessar. Além disso, a companhia está desenvolvendo uma campanha de arrecadação com seus colaboradores.

JBS

A JBS vai antecipar o pagamento do 13º salário dos seus funcionários baseados no Rio Grande do Sul. A companhia também está fazendo doações. Até agora, foram doadas 2.600 cestas básicas, 40 mil kits de higiene e limpeza e 40 toneladas de alimentos.

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por JBS (@nossajbs)

Hope

A fábrica e as lojas da Hope vão fornecer peças íntimas novas para as comunidades atingidas. Os franqueados da marca na região estão oferecendo suporte às equipes de resgate e o público pode contribuir depositando peças para doação nas lojas de Hope, como parte do projeto Doe Esperança.

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Grupo HOPE (@grupohope)

Banco Safra

De forma emergencial, o Banco Safra vai doar R$1 milhão para as famílias atingidas pelas enchentes. A doação será feita por meio do Movimento União BR e a Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais.

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Safra (@bancosafra)

Ambev

A Ambev vai interromper sua produção de cerveja no município de Viamão, em Porto Alegre, para envasar água potável e doar para a população do RS. Cerca 850 mil latas serão produzidas diariamente. Nos últimos dias, a empresa já doou mais de 560 mil litros de água para o Estado, sendo eles divididos entre a população e em caminhões pipa.

Petrobras

A Petrobras fará uma doação de R$ 5,6 milhões em apoio à população dos municípios de Canoas e Esteio, no Rio Grande do Sul. O montante será destinado ao Movimento União Brasil para aquisição de itens de primeira necessidade. O ginásio da sede social do Clube de Empregados Petrobras (CEPE) também está sendo disponibilizado para receber as famílias desabrigadas.

Claro

A Claro está concedendo bônus de 5GB de dados de internet para os clientes de serviço móvel pré-pago, nas cidades impactadas e habilitou suas redes para o acesso de outras operadoras. O Instituto Claro, por meio de seu programa de voluntariado, também mobilizou suas equipes para prestar auxílio aos desabrigados.

C&A

A C&A vai doar 50 mil peças para as famílias impactadas e está convidando o público a também contribuir por meio das urnas do Movimento ReCiclo, em suas lojas. O instituto também vai doar 20 mil kits de peças íntimas, uma tonelada de alimentos e 200 mil litros de água potável. Os residentes do estado clientes do C&A Pay terão isenção de cobrança de juros por atraso.

PepsiCo

A PepsiCo, por meio da Funcação PepsiCo, vai doar R$ 1,5 milhão em recursos financeiros e itens de necessidade básica para as organizações sociais que atuam na região. A companhia também mantém uma campanha interna de doações com oito mil funcionários.

Americanas

A Americanas S.A. mobilizou sua operação logística e lojas para apoiar as vítimas e está doando mais de 25 toneladas de água potável e 60 mil peças de vestuário e cama. Os produtos serão distribuídos pelo Movimento União BR e o Instituto Segunda Chance.

Coca-Cola

O Sistema Coca-Cola Brasil está doando 500 mil litros de água potável e R$ 1 milhão em itens essenciais por meio do Ação da Cidadania. A companhia afirma estar estruturando, junto aos parceiros locais, um plano de longo prazo de apoio e reconstrução para a região.

ArcelorMittal

Em parceria com a Central Única da Favelas (Cufa), a Arcelor Mittal vai doar R$ 1 milhão em itens de primeira necessidade para os atingidos.

Grupo Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar e Extra, por meio do Instituto GPA e a ONG Amigos do Bem doarão 10 toneladas de alimentos para as comunidades atingidas. Além disso, neste sábado, 11, as lojas do Grupo em São Paulo e no Rio de Janeiro vão arrecadar itens não perecíveis que serão destinadas ao Rio Grande do Sul.

Grupo Reckitt

Em parceria com a Central Única das Favelas (Cufa), a Reckitt doou mais de quatro mil caixas de produtos de limpeza das marcas Veja, Lysol, Vanish, SBP, Mortein, Destac e Harpic.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • CMOs são profissionais mais procurados pelas bets no Brasil

    CMOs são profissionais mais procurados pelas bets no Brasil

    Após regulamentação das casas de apostas no País, empresas buscam lideranças estratégicas no mercado local, apontam dados da Michael Paige

  • Os planos da NBA House para 2024

    Os planos da NBA House para 2024

    Com formato maior, liga pretende trazer mais experiências imersivas para os fãs de basquete e mais interações com as marcas