Street Chef leva gastronomia ao interior

Buscar

Street Chef leva gastronomia ao interior

Buscar
Publicidade

Marketing

Street Chef leva gastronomia ao interior

Food Park itinerante recebe até 30 mil pessoas por final de semana em cidades do interior paulista


2 de setembro de 2015 - 8h30

Uma das regiões mais ricas do País, o interior de São Paulo virou um polo de cultura gastronômica itinerante com o Street Chef. O projeto nasceu em Jundiaí, em novembro de 2014, com os sócios Thatiana Racy e Victor Ricardi, que desejavam ter seu próprio food truck, mas que encontraram dificuldades em obter um local apropriado para estacionar seu veículo. Por conta disso, a dupla decidiu suprir essa demanda do mercado criando um Food Park itinerante que já passou por Santos, Piracicaba, Salto, Itu, Bauru, Santa Barbara D’Oeste e Mogi das Cruzes.

Até o final do ano serão realizadas mais 15 edições em Sorocaba e em cidades do Vale do Paraíba e nos eixos das rodovias Anhanguera-Imigrantes e Washington Luís-Castelo Branco. De acordo com Ricardi, organizador do Street Chef, em um evento de quatro dias (quinta-feira, sexta-feira, sábado e domingo) o público esperado é, em média, de 30 mil pessoas, e a movimentação financeira varia entre R$ 500 mil e R$ 1,2 milhão. O Street Chef atualmente tem Tenda Atacado como parceiro comercial e busca novas parcerias para levar o evento a outras regiões e estados.

Além do formato tradicional, o evento tem versões reduzidas sob encomenda, como confraternizações, festivais e almoços corporativos. Segundo Ricardi, o público do interior tem demandas diferentes daquelas observadas na capital e é necessária uma adaptação. Nos eventos da região sempre há uma praça de alimentação coberta, com capacidade entre 600 e 800 lugares para sentar. Além disso, locais com áreas verdes e arborizados são sempre privilegiadas.

Para o organizador do evento, o público do interior paulista ainda está assimilando a novidade, mas há muita receptividade para o conceito de Food Park itinerante. “Levamos produtos que não concorrem com restaurantes da cidade e oferecemos pratos que as pessoas não consumiriam no dia a dia”, conta Ricardi. O valor médio de preços é entre R$ 5 e R$ 25.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Marcas de moda e beleza lideram investimentos em creators

    Marcas de moda e beleza lideram investimentos em creators

    Levantamento da BrandLovrs indica que mais da metade das campanhas com criadores de conteúdo da plataforma são realizadas por marcas de moda e beleza

  • Petlove questiona práticas do mercado pet em vídeo

    Petlove questiona práticas do mercado pet em vídeo

    Movimento “Petlove não vende” quer acabar com qualquer tipo de comercialização nociva ao bem-estar dos animais