Palmeiras: mais um grande a fechar com a Globo

Buscar

Palmeiras: mais um grande a fechar com a Globo

Buscar
Publicidade

Mídia

Palmeiras: mais um grande a fechar com a Globo

Falta apenas o São Paulo Futebol Clube para que a emissora tenha ao seu lado os quatro grandes times do Estado


5 de abril de 2011 - 8h43

Falta apenas mais um passo (ou, especificamente, mais um time) para a TV Globo ter ao seu lado os principais clubes do futebol paulista. Na noite dessa segunda-feira 4, a emissora oficializou o acordo com o Palmeiras para exibir as partidas do clube no Campeonato Brasileiro entre os anos de 2012 e 2015.

O contrato entre a Globo e o clube alvi-verde foi firmado entre o próprio presidente do Palmeiras, Alberto Tirone, e o diretor executivo da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, e publicada no site oficial do time. De acordo com a nota, “o contrato foi bom para o Palmeiras e, financeiramente, no mesmo patamar dos outros grandes clubes”. Especulava-se na imprensa que o acerto do time paulista com a emissora ainda não havia sido finalizado por conta do fato de o clube almejar a mesma remuneração financeira aparentemente oferecida ao Corinthians e ao Flamengo. O comunicado oficial, porém, não faz nenhuma menção a valores.

Com a adesão palmeirense, a Globo passa a contar com três dos grandes clubes paulistas – uma vez que Corinthians e Santos já haviam negociado os direitos de transmissão com a emissora. A negociação mais complicada envolve o São Paulo Futebol Clube, que desde o início da novela pela aquisição dos direitos mostrou-se a favor do Clube dos 13 e, até então, não deu sinais de que negociaria individualmente com as emissoras.

A resistência do São Paulo, porém, já está sendo trabalhada pela Globo. Na semana passada, durante a apresentação da grade de programação de 2011, o diretor geral da emissora, Octávio Florisbal, afirmou que, em menos de 15 dias, todos os grandes clubes do País já deveriam ter seu acordo assinado com a Globo. A respeito do São Paulo, ele disse à reportagem de M&M Online que o acerto ainda não estava fechado, mas garantiu que as conversas entre a emissora e o clube estavam em pleno andamento.

Procurações e discussões

Para a Globo, não há problemas legais em negociar individualmente com os clubes pois os mesmos podem, a qualquer momento, retirar a procuração concedida ao Clube dos 13 (que fornece à entidade o direito de negociar em seus nomes). Para o próprio C-13, porém, a história é diferente. A entidade alega que as procurações são irrevogáveis e se mantém firme no discurso de que, atualmente, a única emissora com direito de transmitir o Brasileirão é a RedeTV – vencedora da proposta oficial, com uma oferta de R$ 516 milhões. A RedeTV, por sua vez, prefere não comentar o assunto.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • STF arquiva inquérito contra big techs por manifestação contra PL das fake news

    STF arquiva inquérito contra big techs por manifestação contra PL das fake news

    Google e Telegram foram acusadas de suposta campanha abusiva contra o PL das Fake News ao se manifestarem contra a proposta em suas plataformas

  • Em parceria com Smart Fit, b.drops leva OOH a academias

    Em parceria com Smart Fit, b.drops leva OOH a academias

    Empresa deve instalar, até outubro, 5 mil telas em unidades da rede, inaugurando a vertical Health