Microsoft inclui tecla atalho de assistente de IA em teclado

Buscar

Microsoft inclui tecla atalho de assistente de IA em teclado

Buscar
Publicidade

Mídia

Microsoft inclui tecla atalho de assistente de IA em teclado

Tecla Copilot é a primeira alteração significativa em um teclado da companhia em quase 30 anos


4 de janeiro de 2024 - 16h30

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira, 4, que adicionará uma tecla ao teclado de seus computadores para chamar um assistente de inteligência artificial (IA) no Windows.

Dessa forma, a tecla Copilot é a primeira alteração significativa no teclado da companhia em quase 30 anos.

microsoft tecla

Tecla funcionará como atalho para a inteligência artificial Copilot (Crédito: Reprodução)

Portanto, notebooks e desktops com Windows 11, que estarão disponíveis no fim de janeiro, já virão com a nova tecla.

A tecla funcionará como atalho ao Copilot, ferramenta de inteligência artificial (IA) da empresa.

Em comunicado, a Microsoft afirmou que será possível utilizar a nova teclar para criar imagens, escrever e-mails, organizar planos e pedir resumos sobre determinado assunto.

Ainda, a Microsoft revelou que divulgará os primeiros modelos com a nova tecla durante a Consumer Electronics Show (CES), que acontece entre 9 e 12 de janeiro em Las Vegas.

No entanto, os modelos em questão, com exceção dos próximos modelos da família Surface de notebooks, ainda não têm detalhes.

“Neste novo ano, iniciaremos mudança significativa em direção a um futuro de computação mais pessoal e inteligente, onde a IA será perfeitamente integrada no Windows, desde o sistema, ao silício e ao hardware”, afirmou a Microsoft, em comunicado em seu blog.

Parceria com a OpenAI

Vale ressaltar que, nesta corrida pelo desenvolvimento e evolução da inteligência artificial generativa (Gen AI), a Microsoft fez aporte de US$ 10 bilhões na OpenAI, startup responsável pela inteligência artificial ChatGPT.

Com isso, a big tech passou a integrar recursos da ferramenta em seus produtos, a começar pelo buscador Bing.

Neste sentido, o Copilot utiliza o modelo de linguagem GPT-4, tecnologia da OpenAI, para funcionar.

Ademais, o GPT-4 compreende parâmetros e tarefas mais complexas do que a sua versão gratuita, o ChatGPT.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Spotify faz demissões e muda foco na área comercial

    Spotify faz demissões e muda foco na área comercial

    Plataforma de áudio estaria disposta a concentrar energias nos pequenos e médios anunciantes por meio de sua ferramenta de mídia programática

  • Com NFL e competições femininas, CazéTV amplia grade

    Com NFL e competições femininas, CazéTV amplia grade

    Canal de Casimiro Miguel aproveitou as transmissões da Eurocopa para anunciar as novidades em sua grade de programação