Retrospectiva 2023: o que disseram nos eventos do Meio & Mensagem

Buscar

Retrospectiva 2023: o que disseram nos eventos do Meio & Mensagem

Buscar
Publicidade

Mídia

Retrospectiva 2023: o que disseram nos eventos do Meio & Mensagem

Veja o que CEOs de empresas, influenciadores e personalidades da TV e mídias sociais disseram nos palcos de eventos como Maximidia e Proxxima


20 de dezembro de 2023 - 18h23

Em continuidade à proposta de informar, inspirar e conectar, por mais um ano Meio & Mensagem levou aos palcos de seus eventos profissionais, executivos, líderes e personalidades que estão protagonizando importantes transformações na indústria da comunicação.

Os participantes de Women to Watch Summit, ProXXIma, Maximidia e outros eventos realizados por Meio & Mensagem tiveram a oportunidade de presenciar debates e conversas a respeito de estratégias e caminhos de conexão entre marcas, consumidores e influenciadores.

Veja, abaixo, algumas das frases compartilhadas por personalidades que participaram dos eventos de Meio & Mensagem em 2023.

Ciro Possobom, CEO da Volkswagen

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“A grande questão no Brasil é equalizar a oferta de produtos com tecnologia embarcada, mas com acessibilidade financeira, já que 70% dos carros vendidos no País são de até R$ 120 mil”

Denise Fraga, atriz

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“A nossa paciência está formatada. Não temos paciência de ouvir. Se você tem um pouco de paciência para ouvir, essa pessoa te dá o mundo”

Djamila Ribeiro, filósofa e escritora

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“Seremos agentes de dor ou de transformação? Qual legado deixaremos para as próximas gerações? Qual é o papel das pessoas brancas como parte da solução? Estamos dispostos a transformar essa realidade?”

Fernando Yunes, CEO do Mercado Livre

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“Tivemos que trabalhar em produtividade de custos e inciativas de precificação para ter resultado sustentável que nos permitisse seguir investindo”

Radhika Dirks, CEO e co-founder da XLabs e Ribo

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“A IA consegue fazer meu trabalho? Consigo treinar a IA para fazer o meu trabalho completo? Os modelos (de trabalho) antigos, pensados em torno da produtividade, precisam ser jogados fora. O momento é oportuno para mudar a sociedade”

Jade Picon, atriz e influenciadora

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“Não tenho medo de errar, de mostrar o meu processo. Já fui dormir chorando (por causa dos haters), mas eram noites em que sabia aonde queria chegar e deu certo”

Mitico e Igão, podcasters

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“É positivo quando a marca é proativa e quer trabalhar junto com os influenciadores. A política interna, quando se trata de trabalho com as marcas, é entreter em vez de interromper”

Pequena Lo, influenciadora, palestrante e escritora

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“Se todo mundo procurar se informar e entender um pouco mais sobre empatia e o outro, não iremos acabar com o capacitismo, mas ele pode diminuir bastante”

Sabrina Sato, apresentadora e influenciadora

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“Trabalho muito e penso que cobro assim como cobram de mim. Dou para as marcas assim como dão para mim. Da mesma forma que buscam resultado, também quero. Não sou dona da marca, mas me preocupo nesse sentido. Uma tem que agregar à outra”

William Hurley, fundador e CEO da Strangeworks

(Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

“Tudo tem a ver com o seguinte: à medida que as empresas crescem, se tornam mais míopes. A tecnologia não leva a isso, necessariamente. As regras dos negócios não mudam: se você falha em se adaptar, alguém fará isso e terá vantagem”

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Levantamento da Brain investigou hábitos de consumo de redes sociais entre diversas faixas etárias; WhatsApp é o app líder entre todas as gerações

  • Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Após ter aumentado assinatura no mercado norte-americano, plataforma também terá novos valores no País a partir de setembro