Qual é a situação do TikTok nos Estados Unidos?

Buscar

Qual é a situação do TikTok nos Estados Unidos?

Buscar
Publicidade

Mídia

Qual é a situação do TikTok nos Estados Unidos?

Embate sobre a proibição do TikTok nos Estados Unidos perpassa pela venda da plataforma, que foi aprovada pela Câmara Legisladora


13 de março de 2024 - 12h35

O TikTok vem enfrentando percalços na operação dos Estados Unidos. A plataforma da ByteDance já vem, há algum tempo, sendo alvo de processos no país por coleta irregular de dados, questões envolvendo a saúde mental de jovens, entre outros.

tiktok estados unidos

(Crédito: Adobestock)

A Câmara Legisladora norte-americana votou, nesta quarta-feira, 13, uma lei que forçaria a companhia chinesa a vender o TikTok. De acordo com a Reuters, o projeto de lei, proposto na semana passada, foi aprovado por 352 a 35 votos. O aplicativo de vídeos conta com aproximadamente 170 milhões de usuários nos EUA.

Apesar da vitória proeminente, a medida ainda terá que passar pelo Senado. Por enquanto, o TikTok tem sido o foco dos debates. Ainda não se sabe se outras plataformas, como o chinês WeChat, sofreriam com a nova lei. A aprovação, somada ao não cumprimento da medida, tornaria proibida a distribuição do app por parte de lojas como Apple Store e Google Play Store.

A movimentação é uma prova do embate entre os Estados Unidos e a China, sobretudo no que diz respeito à segurança nacional. De acordo com o The New York Times, políticos alegam que a China poderia aplicar seu algoritmo do TikTok para alimentar a propaganda política de seus usuários.

Com eleições presidenciais à vista no país, há um apoio ainda maior por parte de candidatos. O atual presidente, Joe Biden, está entre os signatários da medida – ainda que sob a premissa de acabar com a propriedade chinesa nos Estados Unidos, e não com o TikTok em si.

Por outro lado, Donald Trump defende que a proibição do aplicativo no país poderia favorecer a Meta, de Mark Zuckerberg, o qual considera “inimigo do povo”.

Em contrapartida, a plataforma se posicionou dizendo que os dados dos usuários norte-americanos ficam armazenados em bases operadas pela Oracle, companhia estadunidense. Ademais, a maior parte do TikTok (60%) pertence a investidores globais, entre eles o Susquehanna International Group e BlackRock, indica o NYT.

Shou Zi Chew, CEO do TikTok, tem viagem marcada para Washington, DC, na semana que vem, e deverá se reunir com senadores e demais líder

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Fora do BBB 24, Beatriz Reis já faz ‘publi’ para a própria Globo

    Fora do BBB 24, Beatriz Reis já faz ‘publi’ para a própria Globo

    Participante do reality aparece em vídeo publicado nas redes sociais da emissora convidando o público a acompanhar as três novelas da grade

  • Músicas de Taylor Swift retornam ao TikTok

    Músicas de Taylor Swift retornam ao TikTok

    Canções da cantora estavam fora da plataforma devido a impasses em contrato de licenciamento com a Universal Music, gravadora que a representa