DE 26 A 29 DE FEVEREIRO DE 2024 I BARCELONA – ESP

Opinião

Colaboração para Conectividade

A colaboração de diferentes partes, como provedores de serviços, empresas de tecnologia, desenvolvedores, governo e usuários vai viabilizar o sucesso de uma nova era que está se desenhando à frente: a economia baseada em inteligência artificial generativa


28 de fevereiro de 2024 - 10h50

O Mobile World Congress (MWC) é o maior evento global sobre tecnologia móvel, que reúne anualmente milhares de participantes, expositores, palestrantes e jornalistas de todo o mundo. É uma grande oportunidade para conhecer as últimas novidades, tendências e inovações do setor, além de fazer negócios, networking e aprender com os especialistas.

Neste primeiro dia de conferência, a palavra que mais escutei foi: colaboração. A colaboração de diferentes partes, como provedores de serviços, empresas de tecnologia, desenvolvedores, governo e usuários vai viabilizar o sucesso de uma nova era que está se desenhando à frente: a economia baseada em inteligência artificial generativa.

Uma economia baseada em inteligência artificial generativa é aquela que utiliza algoritmos de aprendizado profundo para criar, modificar e personalizar produtos e serviços a partir de dados. Esses algoritmos são capazes de gerar conteúdo de alta qualidade, como textos, imagens, vídeos, áudios, jogos, aplicativos e até mesmo invenções, sem a intervenção humana direta.

As redes móveis são uma grande fonte de dados que podem otimizar o desempenho, a eficiência e a qualidade dos serviços prestados. Além disso, elas podem oferecer novas experiências e soluções para os clientes, como conteúdos personalizados, recomendações inteligentes, assistentes virtuais e entretenimento imersivo.

Essa economia traz novas oportunidades e desafios para os diversos setores da sociedade, exigindo adaptação, regulação, ética e colaboração entre todos os envolvidos.

Outro viés da colaboração, vem do desenvolvimento e crescimento da iniciativa de Open Gateway liderada pelo Global System for Mobile Communications (GSMA). Lançado no MWC Barcelona 2023, o Open Gateway foi projetado para acelerar o crescimento de serviços e aplicativos digitais, fornecendo aos desenvolvedores acesso universal às redes das operadoras. Nos últimos 12 meses, 47 grupos de operadores móveis – representando 239 redes móveis e 65% das ligações globais – já aderiram à iniciativa. No primeiro dia de MWC2024, o Itaú participou da sessão de abertura e apresentou seus casos de utilização do Open Gateway para melhorar a experiência de seus clientes.

No Brasil, as três operadoras possuem serviços de API baseadas no Open Gateway, essas API’s têm como foco o combate à fraude digital, para comércio móvel e instituições financeiras. As três APIs são verificação de número, troca de SIM e localização do dispositivo.

A indústria móvel espera que isso acelere o crescimento dos serviços e aplicações digitais, garantindo que se integram perfeitamente com as redes móveis nacionais, bem como com centenas de outras em todo o mundo. Como parte da iniciativa GSMA Open Gateway, essas APIs serão federadas local e globalmente, o que significa que, assim como os 145 milhões de clientes móveis do Brasil, os desenvolvedores também poderão alcançar novos clientes fora do Brasil, à medida que a iniciativa cresça.

Além disso, a ação traz outras novidades para as empresas, incluindo serviços para modernização de redes privadas sem fio LTE e 5G, que possibilitam alternar dinamicamente entre redes LTE/5G privadas e redes móveis públicas.

Nas próximas colunas, trarei mais novidades diretamente de Barcelona. Até lá!

Publicidade

Compartilhe