DE 26 A 29 DE FEVEREIRO DE 2024 I BARCELONA – ESP

Opinião

Os seres humanos são o futuro da tecnologia?

Vivemos em um mundo em constante mudança, já que somos inundados por quantidades cada vez maiores de dados e informações por minuto


1 de março de 2023 - 17h23

(crédito: Sergio Damasceno)

O Mobile World Congress (MWC) é considerado um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, com poder de definir a agenda da indústria de comunicação móvel. Depois de longos três anos acontecendo apenas virtualmente, neste ano volta ao presencial, em Barcelona. Confesso que os primeiros dias de evento foram bastante surpreendentes, indo muito além de trazer as novidades do mundo mobile, mas efetivamente mergulhando em conteúdos extremamente relevantes e que, de certa maneira, estão mudando o cenário da tecnologia em diferentes áreas.

O primeiro dia do MWC trouxe diversas discussões sobre assuntos como Inteligência Artificial, Metaverso e ESG. Passando por esses e outros temas importantes, o foco é entender como diferentes segmentos podem se apropriar dessas tecnologias e evoluções para transformar os seus negócios. Vivemos em um mundo em constante mudança, já que somos inundados por quantidades cada vez maiores de dados e informações por minuto. Mas como isso afeta de maneira significativa a vida das pessoas?

Em um painel sobre o futuro da tecnologia, Pere Duran, Diretor da Four Years From Now (4YFN), destacou os três principais pilares: sustentabilidade, metaverso e educação. Já Yossi Vardi, Chairman da 4YFN, complementou a importância de um olhar cada vez mais voltado para as pessoas. Ambos destacaram que, para alcançar o sucesso, as empresas precisam investir em ideias inovadoras, sem perder o entusiasmo e obtendo aprendizados rápidos.

Por outro lado, Félix Oswald, CEO e cofundador da GoStudent, uma das líderes mundiais em aulas particulares online, afirmou que, no passado, a educação era voltada para os que possuíam maior poder aquisitivo. Hoje, vivenciamos novos tempos e, dessa forma, a educação acabou ficando mais massificada e chegou a uma maior quantidade de pessoas. Diante deste cenário, o maior desafio é manter um olhar individualizado para que, assim, cada ser humano seja olhado com atenção e consiga aproveitar o aprendizado de maneira eficiente. De acordo com o executivo, 70% das crianças de hoje falam sobre causar impacto positivo no mundo que vivem, pois são de uma geração com maior preocupação com propósito e legado.

Os primeiros dias de MWC me deixaram uma lição: por mais que a tecnologia alcance milhares de pessoas, permitindo que todos tenham mais acesso à informação, educação e inovação, o olhar mais individualizado e humanizado será, cada vez mais, valorizado em todos os setores da sociedade. Esse é o nosso atual desafio: continuar desenvolvendo tecnologias e inovações, mas sem perder o foco no ser humano.

Publicidade

Compartilhe