Como a obsessão humana está moldando o futuro do consumo

Buscar

Como a obsessão humana está moldando o futuro do consumo

Buscar
Publicidade

Opinião

Como a obsessão humana está moldando o futuro do consumo

Com um novo consumidor no horizonte, precisamos começar a pensar mais em pessoas do que em números


15 de março de 2024 - 6h00

No contexto atual do mercado, onde as expectativas e demandas dos consumidores estão em constante evolução, é crucial para as marcas não apenas entenderem, mas também se aprofundarem nos desejos, preferências e emoções dos seus clientes. Nesse sentido, o conceito de “human obsession”, discutido na NRF 2024 (National Retail Federation), surge como uma abordagem fundamental para a construção de experiências significativas e engajadoras que resultam em fidelidade e crescimento sustentável.

O Dia do Consumidor, celebrado anualmente no Brasil em 15 de março, representa um momento oportuno para refletir sobre essa mudança de paradigma nas estratégias de marketing e vendas. Anteriormente, as marcas estavam predominantemente focadas em alcançar metas de performance e resultados de vendas, com o olhar voltado para o chamado fundo de funil, muitas vezes negligenciando a importância de construir uma conexão genuína com a sua audiência. No entanto, o cenário mudou.

A human obsession propõe uma nova abordagem, na qual as empresas buscam compreender não apenas o comportamento de compra dos consumidores, mas também os motivos implícitos que influenciam suas decisões. Isso significa ir além das métricas tradicionais de desempenho e mergulhar profundamente na psicologia do consumidor, na sua história, nas suas emoções e nas suas aspirações. Ou seja: entender profundamente os motivos que o levaram a construir sua jornada individual de consumo.

Essa mudança de foco das estratégias de marketing reflete uma crescente conscientização sobre a importância de construir marcas autênticas e genuínas, capazes de se conectar emocionalmente com o seu público. Não se trata mais apenas de vender produtos ou serviços, mas sim de criar experiências que ressoam com os valores e identidade dos consumidores, tornando a construção de marca um pilar de suma importância na estratégia de comunicação e marketing.

Uma marca que adota a abordagem da human obsession reconhece que cada interação com o cliente é uma oportunidade de cultivar um relacionamento mais profundo e significativo e aprender mais sobre ele. Isso pode envolver desde a personalização de produtos e comunicações até o fornecimento de suporte proativo e experiências pós-venda que se tornem memoráveis.

Além disso, a abordagem também implica em um compromisso contínuo com a escuta ativa e o feedback dos consumidores. As marcas devem estar constantemente atentas às mudanças nas preferências e necessidades da sua audiência, adaptando suas estratégias e oferecendo soluções relevantes e inovadoras.

À medida que as empresas abraçam essa mentalidade centrada nas pessoas, elas são capazes de construir uma base sólida de lealdade e “advocacy”, impulsionando o crescimento sustentável a longo prazo. Os consumidores não apenas retornam para novas compras, mas também se tornam defensores da marca, compartilhando suas experiências positivas com outros potenciais clientes.

Portanto, neste Dia do Consumidor, é fundamental que as empresas aproveitem a oportunidade para refletir sobre como estão incorporando os princípios da human obsession em suas estratégias de marketing e vendas, reconhecendo a construção de marca como um pilar essencial no desenvolvimento de relacionamentos duradouros e significativos com seus consumidores. Em um mundo onde a concorrência é acirrada e as expectativas dos consumidores estão em constante evolução, a capacidade de entender e se conectar verdadeiramente com o público é o que diferencia as marcas de sucesso daquelas que ficam para trás.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Futebol das bets

    O que muda com a regulamentação para a publicidade do setor? Por Fabricio Murakami, CMO e cofundador da Pay4Fun

  • A ironia da obsolescência do mais velho

    Muitos dos avanços e conquistas que desfrutamos hoje são resultado do trabalho árduo e da dedicação de profissionais mais velhos