Summit 2023 – Mulheres com deficiência e os espaços a serem ocupados

Buscar
Publicidade

Vídeos

Summit 2023 – Mulheres com deficiência e os espaços a serem ocupados


19 de junho de 2023 - 9h02

(Crédito: reprodução)

As mulheres com deficiência no país representam aproximadamente 26 milhões de habitantes. No entanto, em sua maioria estão invisibilizadas e silenciadas. Além do 
preconceito às suas deficiências, também são discriminadas pela questão de gênero, raça e orientação sexual. Tal preconceito reforça ideias errôneas de que as PCDs “não podem trabalhar”, ou “viver como uma pessoa normal”, ou ainda, são impedidas de vivenciarem experiências, como sexuais ou a maternidade. O painel discute os desafios de três mulheres na luta por conquista de espaço em uma sociedade que ainda engatinha na inclusão de PCDs. 
 
PAINELISTAS: Carolina Ignarra, CEO da Talento Incluir; Daniela Sagaz, Head de Diversidade na Mondelez e  Pequena Lo, Influenciadora Digital 
MODERADORA: Manoela Pereira, Head de Conteúdo do Terra 

Confira o painel na íntegra.

 

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Lideranças femininas de tech estão à frente na adoção de IA generativa

    Lideranças femininas de tech estão à frente na adoção de IA generativa

    Estudo aponta que mulheres seniores em funções técnicas estão, em média, 14 p.p. à frente dos homens no uso da tecnologia

  • Beta Boechat: as pazes do ativismo com o mundo corporativo

    Beta Boechat: as pazes do ativismo com o mundo corporativo

    Após 15 anos no mercado de marketing e influência, a fundadora do Movimento Corpo Livre chegou a conclusões importantes sobre a diversidade na indústria da comunicação