>>>>LINK >>> >>>ID >>

Os estreantes do Cannes Lions: Alessandra Sadock

Buscar

Comunicação

Publicidade

Os estreantes do Cannes Lions: Alessandra Sadock

Meio & Mensagem mostra as impressões dos brasileiros que irão julgar os trabalhos no Festival; diretora de criação da Artplan participa do júri de Industry Craft

Bárbara Sacchitiello
29 de maio de 2018 - 14h02

Alessandra Sadock participará do primeiro ano do júri de Industry Craft (Crédito: Divulgação)

A expectativa de participar pela primeira vez como jurada do Cannes Lions quase se transformou em frustração para Alessandra Sadock. O nome da diretora de criação da Artplan estava cotado entre os possíveis jurados brasileiros da edição deste ano. Quando a primeira lista foi divulgada, no entanto, veio a decepção. “Na primeira lista não fui incluída. Sabia que essa era uma oportunidade incrível e que todos os nomes eram muito fortes”, relembra. Quando já estava resignada, porém, tudo mudou.

A criativa recebeu uma ligação do Estadão, representante brasileiro do Festival, dizendo que havia selecionada para a nova categoria Industry Craft, que fará sua estreia neste ano. “Fiquei ainda mais feliz por ser em craft. Como diretora de arte, ser escolhida para julgar craft no Festival de Criatividade de Cannes é um divisor de águas em qualquer carreira. Acho que essa escolha representa, para mim, que acertei na escolha que fiz, lá na faculdade, de seguir a carreira de publicitária e diretora de arte”, celebra a profissional.

Alessandra quer, também, que a organização do Festival também confirme que seu nome foi uma boa escolha para o júri deste ano. Para isso, a profissional vem fazendo algumas atividades para chegar à França com bons critérios de avaliação. “Estou afinando meu inglês para chegar lá com a minha fluência melhor possível. O processo é trabalhoso, requer raciocínio rápido e tenho que estar preparada”, diz.

Se a capacidade de julgar os trabalhos alheios em qualquer festival já é enorme, quando se trata de uma categoria nova, o jurado passa a ter uma responsabilidade adicional. Para cumprir a tarefa de forma justa, Alessandra diz que adotará os mesmos critérios que procura utilizar no dia a dia, em seu trabalho no escritório da Artplan no Rio de Janeiro. “Acho que os critérios de julgamento estão sempre ligados à ideia. O craft é o que vem depois da ideia e o que faz dela algo mais. Ideia é tudo, mas é só o começo. Muitas vezes, a maneira de realizar a ideia que faz a peça algo fora da curva. Deus está nos detalhes”, exemplifica.

Para Alessandra, que já participou de julgamentos de prêmios nacionais (como Clube de Criação e Prêmio Abril), a experiência em Cannes trará um enorme aprendizado. “Em um júri estamos analisando o que se faz de melhor junto a outros profissionais que admiramos e confiamos. Vou ter muita história para contar”, diz.

Leia também outros perfis da série “Os estreantes do Cannes Lions”:
Saulo Rodrigues
Andrea Siqueira
Cesar Toledo
Kito Siqueira
Patricia Bartuira
Paulo Coelho

Crédito da imagem no topo: Eduardo Lopes/Imagem Paulista

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Alessandra Saddock

  • Artplan

  • Industry Craft

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”