Crescem contratações em agências dos EUA

Buscar

Comunicação

Publicidade

Crescem contratações em agências dos EUA

De acordo com o Bureau of Labor Statistics, setor soma 204.100 empregados, número mais alto desde dezembro de 2000


12 de setembro de 2018 - 8h00

Por Bradley Johnson, do AdAge*

 

Nos Estados Unidos, em julho deste ano, as agências de publicidade registraram 204.100 colaboradores (crédito: reprodução)

O número de empregos em agências de publicidade atingiu seu nível mais alto desde 2000, segundo os últimos números do Bureau of Labor Statistics (BLS), unidade de levantamento de dados do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos. O aumento sinaliza pelo menos uma recuperação de curto prazo de um período de trabalho lento: as agências cortaram empregos mensalmente de setembro de 2017 até janeiro de 2018, mas, em seguida, fizeram contratações limitadas de fevereiro a maio deste ano.

As agências estiveram à margem este 2018, enquanto o emprego geral do país continuou a bater recordes. O número de pessoas admitidas nos Estados Unidos, em agosto, manteve uma baixa de 3,9%. Em julho, o número de empregos em agências de publicidade chegou a 204.100, segundo informações da BLS divulgados em 7 de setembro. Esse é o ponto mais alto desde dezembro de 2000 e não muito longe do recorde de 207.400 de agosto do mesmo ano – ano da bolha da internet que afetou os inestimentos com anúncios. Durante o período da grande recessão norte-americana, de 2007 a 2009, o emprego em agências caiu para 160.600.

Embora o recrutamento de agências de publicidade tenha sido ampliado, o emprego na mídia tradicional permanece fraco – contratações em TVs, rádios e revistas caíram em julho e em jornais permanece em queda.

No entanto, o emprego em mídia digital continua crescendo. Os portais de publicação e de pesquisa, assim como os de broadcasting, alcançaram, em julho, um total recorde de 232,300 postos de trabalho – 7.500 a mais que o número do final de 2017. O emprego de mídia digital dobrou desde 2011.

(*)Tradução: Victória Navarro

*Crédito da foto no topo: Pixabay/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Agencias

  • comunicacao

  • Publicidade

  • empregos

  • Bureau of Labor Statistics

  • Contratações

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”