O contra-ataque do McDonald?s

Buscar

Marketing

Publicidade

O contra-ataque do McDonald?s

Viral com professor americano que perdeu 17 quilos em dieta à base de ?Mc lanches? dá um descanso das más notícias para a rede de fast food


7 de janeiro de 2014 - 4h20

Ao longo do ano passado, a marca McDonald´s foi alvo de uma série de notícias negativas veiculadas pela imprensa. A mais recente delas revelou que o site corporativo da rede explicava aos funcionários que fast food faz mal para a saúde.

No final de semana, porém, uma surpreendente reportagem favorável ao McDonald’s ganhou o status de viral, superando rapidamente as 400 mil visualizações no YouTube.

Originalmente postado na sexta-feira pela emissora KCCI, de Des Moines, no estado de Yowa (EUA), a matéria, intitulada “Professor de Ciências consegue resultados surpreendentes com uma dieta à base de McDonald’s”, conta a história de John Cisna. Ele decidiu alimentar-se apenas na rede de fast food por três meses – isso mesmo, café da manhã, almoço e janta –, em uma espécie de atualização experimental do documentário “Super Size Me – A dieta do palhaço”, de Morgan Spurlock.  

wraps

Mas, apesar da famosa deterioração da saúde de Spurlock, Cisna afirma que, ao final de sua dieta de 90 dias, perdeu 17 quilos e melhorou significativamente seus índices de colesterol. Como? Limitando a sua ingestão a 2.000 calorias por dia, preparando meticulosamente com seus alunos o cardápio – em um equilíbrio entre jantares com hambúrgueres e batatas-fritas e refeições mais saudáveis ao longo do dia – e exercitando-se moderadamente, com uma caminhada diária de 45 minutos. Assista abaixo a reportagem, em inglês.

Do Advertising Age 

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”