Marketdata cria comitê de privacidade de dados

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Marketdata cria comitê de privacidade de dados

Grupo, composto de 50 profissionais de 20 empresas de diversos setores, que auxiliar companhias a vencerem desafios da LGPD


17 de dezembro de 2018 - 12h00

A agência de data-driven marketing Marketdata, do Grupo WPP, anuncia a criação de um comitê multidisciplinar sobre privacidade de dados. Criado em parceria com a LTSA Advogados, o grupo de 50 profissionais, oriundos de 20 empresas de diversos setores, busca auxiliar companhias a implementarem a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) no Brasil.

“Todas as empresas estão com muitas dúvidas em relação à aplicação da lei, pois as questões colocadas no documento da LGPD permitem interpretações amplas e algumas vezes conflitantes, o que gera insegurança. Nosso objetivo é criar referências práticas que possam eventualmente servir de benchmark para o mercado”, disse Marcelo Sousa, diretor-executivo da Marketdata e presidente da Associação Brasileira dos Agentes Digitais (Abradi), em nota.

A nova lei, responsável por estabelecer diretrizes para coleta, armazenamento e uso de dados dos consumidores, foi aprovada em 15 de agosto deste 2018 no Brasil, pelo presidente Michel Temer. Agora, as empresas que atuam no País têm até 18 meses para implantar mudanças para que fiquem de acordo com o texto.

*Crédito da foto no topo: Markus Spiske/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marcelo Sousa

  • Grupo WPP

  • Marketdata

  • LTSA Advogados

  • Grupo WPP

  • Marketdata

  • Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

  • LGPD

  • LTSA Advogados

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”