Apex renova com Apro e Cinema do Brasil

Buscar

Apex renova com Apro e Cinema do Brasil

Buscar
Publicidade

Comunicação

Apex renova com Apro e Cinema do Brasil

Entidades querem reforçar o Brasil como polo de produção mundial


26 de maio de 2011 - 1h47

A Apex (Agência Brasileira de promoção de exportações e investimentos) junto com a Apro (Associação Brasileira de Obras Audiovisuais) e Cinema do Brasil assinaram nesta quinta-feira 25, a renovação do acordo para a divulgação no exterior da produção brasileira no que se refere à publicidade e ao cinema. O encontro aconteceu em São Paulo e contou com a presença do diretor da Apex, Rogério Bellini; da presidente da Apro, Leyla Fernandes e de André Sturm, presidente da Cinema do Brasil entre outros convidados.

De acordo com os representantes este é um momento de consolidação e expansão do trabalho que já vem sendo construído desde 2003 quando a missão FilmBrazil foi fundada. O principal evento do calendário desta parceria é o Festival de Cannes, que aconteceu em maio para o cinema e que acontecerá em junho para a publicidade. Nos dois eventos a Apex e associações levam não só o potencial da produção brasileira, como locação, equipamento e talento, mas também outros produtos para exportação, desta vez com o vinho e as frutas.

Paulo Henrique Miranda, gerente executivo da FilmBrazil, analisa que mesmo o Brasil não estando uma situação favorável para o câmbio, em virtude da desvalorização do dólar, a FilmBrazil está encontrando outras alternativas para mostrar o Brasil no exterior. “Em um primeiro momento vendemos nossos serviços de produção, agora estamos encontrando o caminho que é colocar o Brasil como um polo completo, com locações, equipamentos e diretores especializados”.

Leyla Fernandes acredita que os acordos pontuais entre produtoras nacionais e internacionais só reforçam o discurso já adotado pela organização e que coloca o Brasil em um papel de destaque. “O câmbio é apenas um detalhe pontual”.
Para Bellini, os eventos e as associações que a Apex têm feito como a Formula Indy, o Carnaval e todas as trocas comerciais só demonstram o bom momento pelo qual o país está passando.

Cinema brasileiro
Do lado da cinematografia nacional, André Sturm fez questão de ressaltar que durante o Festival de Cannes de Cinema, dois filmes brasileiros foram apresentados “Trabalhar Cansa” e “Abismo Prateado” e ambos tiveram excelente resultado no que se refere ao lançamento e vendas para outros países. A gerente da Cinema do Brasil, Marilia Perracini, analisa que esse também é um bom momento para as alianças em co-produções. “É uma parceria em que os dois lados ganham e no mínimo o filme terá lançamento nesses países”.
 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    BigBang.com se apresentará ao mercado com 300 profissionais e R$ 70 milhões de faturamento

  • Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Sea Shepherd Brasil traz mensagens de peixes sobre aquecimento global e Puma se une com Palmeiras para fazer alerta sobre crise climática