Observatório da Diversidade vira entidade formal e elege lideranças

Buscar

Observatório da Diversidade vira entidade formal e elege lideranças

Buscar
Publicidade

Comunicação

Observatório da Diversidade vira entidade formal e elege lideranças

Com respaldo legal, ODP está em fase de diagnósticos para identificar oportunidades e desafios


26 de outubro de 2022 - 6h13

Há pouco mais de um ano em atividades, o Observatório da Diversidade na Propaganda (ODP) ganhou neste mês o status de entidade formal e elegeu o primeiro comitê de lideranças. Atualmente, a instituição é formada por 31 agências e segue com a missão de fomentar a inclusão de grupos sub-representados no mercado publicitário.

Liderança do Observatório da Diversidade na Propaganda

Observatório da Diversidade na Propaganda (ODP) elegeu primeiro comitê de liderança (Crédito: Bruna Bento/Papel & Caneta)

Com a eleição, Felipe Simi, CEO e CCO da Soko, passou a ocupar a presidência e Bárbara Lima, diretora de comunicação e diversidade da Mutato foi eleita como vice-presidente. Além deles, Ariel Nobre ocupa o cargo de secretário-executivo e Eduardo Zanelato, diretor de comunicação e estratégia da Ágora, atua como conselheiro.

A entidade também ganhou dois conselheiros consultivos. Um deles José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares e membro do Conselho Editorial da Folha de S.Paulo. Já o outro é Reinaldo Bulgarelli, secretário-executivo do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

O Observatório da Diversidade é formado por dois grupos de agências. Com isso, as fundadoras possuem assento permanente no conselho e são responsáveis por propor iniciativas estratégias; e as apoiadoras têm o compromisso de promover transformações internas com base nas propostas da entidade.

Bárbara comemora a formalização do ODP e explica que, com o respaldo legal, a instituição poderá iniciar a constituição financeira para dar andamento a projetos criados no último ano. “Para isso, a ideia é que o ODP promova compromissos, metas, conteúdos e programas educativos”, afirma.

Próximos passos

Bárbara diz que um reflexo do novo momento é a parceria da consultoria da Gestão Kairós para a construção do pilar de governança. No momento, o observatório está em fase de diagnósticos, com foco em mapear oportunidades e desafios. A fase tem previsão de ser concluída em novembro.

“A partir desses dados, a equipe da Kairós e as agências fundadoras validarão o plano de ação com KPIs visando o avanço da pauta como setor. Esperamos no início de 2023 já ter novidades sobre o andamento. Nossa intenção é promover uma mudança estrutural de grande escala”, explica.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Dança das Contas: Takis, Graal, PicPay e mais

    Dança das Contas: Takis, Graal, PicPay e mais

    O Grupo Bimbo escolheu a agência FRI.TO para gerenciar as redes sociais da nova marca de snacks, rede Graal escolhe agência Cacau

  • Publicis Brasil muda comando: Gabriela Borges assume liderança

    Publicis Brasil muda comando: Gabriela Borges assume liderança

    No posto de CEO desde 2019, Eduardo Lorenzi está de saída do grupo, que passou por diversas mudanças nos últimos meses