Blizzard tem nova liderança após saída de CEO

Buscar

Blizzard tem nova liderança após saída de CEO

Buscar
Publicidade

Gente

Blizzard tem nova liderança após saída de CEO

Johanna Faries assume o posto na próxima segunda-feira, 5, no lugar de Mike Ybarra, que optou por deixar a empresa em meio a onda de demissões


30 de janeiro de 2024 - 11h58

Johanna Faries, nova CEO da Blizzard (Crédito: Araya Doheny/Getty Images)

A Blizzard terá uma nova presidente a partir da próxima segunda-feira, 5. Johanna Faries foi nomeada a sucessora de Mike Ybarra, que deixou a companhia em meio a uma onda de demissões que cortou 1.900 postos de trabalho na semana passada.

O anúncio foi feito na última segunda-feira, 29, em uma postagem no site oficial da Blizzard. No texto, assinado pela executiva, ela faz comentários sobre os cortes: “É difícil acompanhar a perda de companheiros de equipe talentosos nos últimos dias, lado a lado com a imensa empolgação que sinto em me juntar à Blizzard – e aproveitar o impulso que vocês criaram para o próximo capítulo da Blizzard”.

Ainda, ela esclarece que Activision, Blizzard e King são empresas decididamente diferentes, com jogos, culturas e comunidades distintas. A companhia vem passando por uma série de reestruturações desde que foi adquirida pela Microsoft, em outubro do ano passado.

A nova CEO já fazia parte da empresa como general manager de Call of Duty. Anteriormente, permaneceu por quase 13 anos na National Football League (NFL), na qual atuou como VP de club business development, VP de marketing strategy e fan development, entre outras posições.

Compartilhe

Veja também

  • Ariel Grunkraut deixa a liderança da Zamp, dona do Burger King

    Ariel Grunkraut deixa a liderança da Zamp, dona do Burger King

    Executivo estava na companhia há 13 anos e, nos últimos dois, liderou as estratégias da empresa no País

  • Terra reforça time comercial

    Terra reforça time comercial

    Michele Lopes Gama e Guilherme Gonsales chegam ao portal após terem trabalhado em empresas como Grupo Uol e Globo