WPP instala investigação independente contra Martin Sorrell

Buscar
Publicidade

Comunicação

WPP instala investigação independente contra Martin Sorrell

Decisão do board da holding inglesa é baseada em alegações de “má conduta pessoal” do CEO


3 de abril de 2018 - 19h58

Por Megan Graham, do AdAge

(Crédito: Simon Dawson/Bloomberg)

O Grupo WPP confirmou nesta terça-feira, 3, que abriu investigação para averiguar alegações de “má conduta pessoal” de seu CEO, Martin Sorrell.

A holding inglesa não revelou detalhes de qual seria essa suposta “má conduta”, mas informou que por decisão de seu board um advogado independente irá conduzir o processo. “A investigação está em andamento. As alegações não envolvem valores materiais para o WPP”, diz comunicado oficial. Na tarde desta terça, reportagem do The Wall Street Journal havia dito que o WPP investiga o possível uso indevido de ativos da empresa.

Em março, o WPP teve o pior declínio em suas ações desde 1999, depois de a holding previu um crescimento nos lucros a longo prazo de apenas 5%, bem menos do que a previsão anterior, que era de 15%.

Ainda no mês passado, o WPP informou que Martin Sorrell enfrentaria um substancial corte em sua retirada, recebendo um bônus de longo prazo de 10 milhões de libras, bem menos que os 41,6 milhões de libras recebidos no ano anterior.

Publicidade

Compartilhe

Veja também