Conar adverte Gabriela Pugliesi e Desinchá por post no Stories

Buscar

Comunicação

Publicidade

Conar adverte Gabriela Pugliesi e Desinchá por post no Stories

Conselho de Ética questiona a divulgação de possíveis efeitos da bebida no organismo sem a comprovação médica

Bárbara Sacchitiello
20 de fevereiro de 2019 - 17h59

Gabriela Pugliesi é uma das influenciadores que possuem parceria com a marca Desinchá (Crédito: Reprodução/Instagram)

Em reunião do Conselho de Ética realizada nesta semana, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) julgou um processo envolvendo a influenciadora Gabriela Pugliesi e a marca de chás Desinchá.

No ano passado, Pugliesi postou em seu Stories a foto de uma garrafa ao lado de uma embalagem da Desinchá, dizendo que levaria a bebida para uma trilha que faria naquele dia. “Hoje quem vai pra trilha na garrafa é @desincha, que além de ajudar a acelerar o metabolismo, dá aquela energia por causa do blend maravilhoso de ervas que contém o sachê. Amo!”, escreveu a influenciadora, junto com a foto postada no Stories do Instagram. Por se tratar, justamente, de uma postagem que expira em 24 horas, a mensagem não pode mais ser vista no perfil da influenciadora.

Diferentemente de outros casos envolvendo influenciadores que acabam gerando muitos dos processos abertos no Conar, a razão da análise dessa postagem não foi a falta de sinalização de mensagem publicitária. Nesse caso, o Conselho de Autorregulamentação acatou a denúncia de uma seguidora de Pugliesi, que argumentou que não era correta a divulgação dos possíveis efeitos da bebida no organismo sem a devida comprovação médica.

Como defesa, a marca Desinchá declarou ao Conar que o post foi feito espontaneamente por Pugliesi e, portanto, não se tratava de uma ação publicitária. Já a influenciadora corroborou que fez o post de forma espontânea e, na defesa encaminhada ao Conar, comprometeu-se a ter mais cautela nas postagens que envolvem supostos efeitos de produtos na saúde.

Por decisão do Conar, tanto Pugliesi como a Desinchá foram advertidos a respeito do post, mas não sofreram nenhuma punição. A influenciadora, assim como outras personalidades, também já realizou outras ações de publicidade para a marca em suas redes sociais, sem qualquer problema junto ao Conar.

Skol
Na mesma reunião, o Conar também advertiu – e recomendou alteração – de uma peça publicitária de mída out-of-home da Skol. A peça, que divulgava a campanha #QuemViverVerão, acabou sendo advertida por conta de uma questão técnica do Conar. O anexo P, que compõe o conjunto de regras da autorregulamentação, determina que os banners de bebidas alcoolicas apresentem apenas três elementos na mensagem: imagem do produto, slogan e o nome da marca. A peça da Skol tinha a frase “Long Neck Skol, com tampa abre fácil”, o que, segundo o Conar, já infringe a determinação do anexo.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Influenciadores

  • Conar

  • Desinchá

  • Gabriela Pugliesi