Getty Images e Nike falam sobre direito feminino nos esportes

Buscar
Publicidade

Comunicação

Getty Images e Nike falam sobre direito feminino nos esportes

AlmapBBDO e AKQA criam peças publicitárias que homenageiam a luta feminina por direitos nos esportes

Carolina Huertas
19 de maio de 2022 - 17h18

(Crédito: Divulgação/AlmapBBDO)

Nesta semana, em homenagem aos 50 anos da “Title IX”, lei que proíbe a discriminação de gênero nas escolas e faculdades do EUA, a Getty Images lançou”For The Right To:”, criada pela AlmapBBDO.  A legislação possibilitou às garotas as mesmas oportunidades dadas aos meninos nos esportes — e aumentou as oportunidades para as atletas no país. Já a Nike estreia uma série de filmes criados pela AKQA estrelados por lendas icônicas do passado que inspiram o futuro da marca, como Joan Benoit Samuelson.

Além da homenagem à data, a Getty Images quer relembrar ao público que a luta das mulheres no esporte não é sobre privilégios, mas sobre busca por igualdade. E, por isso, chama a atenção para elementos que nem sempre são levantados na luta pelos direitos no esporte, como o direito de perder, cair e se machucar.

A comunicação conta com fotos históricas tiradas do GettyImages.com de estrelas do esporte como Billie Jean King, Serena Williams e Megan Rapinoe, além de posteres inspirados no visual de campanhas políticas norte-americanas dos anos 70, década em que Title IX foi assinada e um filme narrado por Dawn Staley, hall da fama do basquete. Há também uma timeline de fatos históricos do esporte feminino americano que vai de 1972 aos dias atuais no site. O conteúdo pode ser acessado no site https://gettyimagestitleix.com.

“O insight da campanha foi honrarmos as mulheres que lutaram pela aprovação de ‘Title IX’ 50 anos atrás. E por isso partimos da narrativa de que as atletas pedem por direitos que ninguém nunca pensaria em pedir. Porque nada no esporte pode ser pior do que não ter o direito de praticar o esporte que você quer”, conta Luiz Sanches, CCO da BBDO América do Norte e chairman da AlmapBBDO. Veja o filme:

Nike na luta dos direitos femininos

Joan Benoit Samuelson, uma das estrelas da campanha da Nike (Crédito: Divulgação)

Neste mês, a Nike completa 50 anos e, entre as ações preparadas para seu aniversário, a marca traz contará algumas das histórias mais emblemáticas da sua trajetória, até então exclusivas ao Departamento de Arquivos da Nike (DNA).

Uma das atletas que estrelam os filmes criados pela AKQA é Joan Benoit Samuelson, atleta campeã olímpica da primeira maratona feminina nos Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1984. Na época, apesar de as mulheres já correrem maratonas, elas eram impedidas de correr mais do que três voltas e três quartos nos Jogos, pois se acreditava que não aguentariam corridas mais longas.

Porém, apoiada pela Nike, uma mulher recordista mundial de duas maratonas fundou um comitê para lutar pela participação feminina em longas distâncias. Apoiada pelo financiamento e publicidade da Nike e suas conexões com corredores de alto nível, os esforços de Benoit e o comitê conseguiam que os 3 mil metros e a maratona fossem liberados para mulheres em 1984, em Los Angeles.

Publicidade

Compartilhe

Veja também