Douglas Tavolaro deixa a operação da CNN Brasil

Buscar

Acontece no meio

Publicidade

Douglas Tavolaro deixa a operação da CNN Brasil

Criador da versão brasileira do canal de notícias vende sua participação ao sócio Rubens Menin; novo presidente será anunciado nas próximas semanas

Bárbara Sacchitiello
25 de março de 2021 - 12h59

Douglas Tavolaro foi idealizador do projeto da CNN Brasil (Crédito: Arthur Nobre)

Um ano após a estreia do canal no Brasil, Douglas Tavolaro, CEO e idealizador do projeto da versão brasileira da emissora notícias, está de saída da empresa. A informação foi comunicada nesta quinta-feira, 25, por meio de um comunicado interno divulgado aos funcionários por Rubens Menin, sócio do canal e presidente da construtora MRV. A CNN Brasil também comunicou a notícia em um comunicado enviado à imprensa.

“Foi uma realização profissional memorável implantar a marca CNN no Brasil. Tenho uma alegria enorme do que fizemos. Desejo todo sucesso à empresa”, diz Tavolaro, em nota. No texto enviado aos funcionários, Menin diz que Tavolaro se dedicará a projetos editoriais nos Estados Unidos e que o executivo vendeu sua participação na sociedade do canal para a família Menin, que passa a ter a totalidade da CNN Brasil. “Em nome todos, eu gostaria de aproveitar para agradecer ao Douglas e reafirmar a importância que ele teve para a CNN Brasil desde a concepção do projeto. Seu desempenho liderando o nosso talentoso time de profissionais foi fundamental para consolidar a empresa como uma das principais e mais premiadas operações jornalísticas do país”, escreveu.

Em janeiro de 2019, Tavolaro deixou a vice-presidência de jornalismo da Record, que ocupava há dez anos, para se dedicar ao projeto de licenciamento da marca e criação da CNN Brasil, empreitada para a qual contou com a sociedade do empresário Rubens Menin. Tavolaro passou o ano de 2019 estruturando a operação do canal e as redações de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília e o canal entrou oficialmente no ar em 15 de março de 2020.

A CNN Brasil deve anunciar o novo CEO de sua operação nos próximos dias, segundo Menin.

Neste mês, em celebração ao primeiro aniversário do canal, Tavolaro, em entrevista ao Meio & Mensagem, declarou estar satisfeito com os resultados conquistados pela CNN Brasil, dizendo que o canal alcançou credibilidade e prestígio na mídia em um período mais rápido do que o planejado. Em 2020, o canal conquistou o Prêmio Caboré na categoria Veículo de Comunicação – Produtor de Conteúdo.

O executivo também destacou o modelo de negócio construído pelo canal que, em sua visão reúne os elementos que serão primordiais para as empresas de mídia no futuro. “Montamos uma estratégia que representa a televisão do futuro, em termos de custos, inovação, tecnologia, aproveitamento de pessoal. A operação é preparada para os próximos 50 anos da indústria de mídia. Não preciso ir a uma cobertura com uma câmera gigante, microfones, cinegrafista, produtor, motorista na porta. Não existe mais isso. Tínhamos previsões diferentes e mais longevas para alcance de break even e payback e estamos conseguindo antecipá-las com velocidade. Conseguimos antecipar a previsão do break even para este ano, o que é muito representativo, ainda mais em um contexto de mercado impactado pela pandemia”, declarou.

Sobre os próximos passos do veículo, Tavolaro citou a consolidação do pilar de eventos corporativos, lançado em 2020, bem como o investimento na produção de conteúdo para todas as plataformas: TV linear, rádio, mídias sociais, aplicativo e também para o streaming, projeto que deve ser apresentado neste ano. “Nosso maior desafio é continuar mantendo a linha editorial independente, com credibilidade. Esse patrimônio está acima de qualquer balanço financeiro. Temos para 2022 o desafio das eleições presidenciais, que será nossa primeira no Brasil. Há muitos momentos importantes e a CNN Brasil estará presentes em todos eles”, prometeu o então CEO do canal de notícias.

Compartilhe