Itaipava cria cerveja de baixa caloria

Buscar

Marketing

Publicidade

Itaipava cria cerveja de baixa caloria

Itaipava Light chega ao mercado de Rio de Janeiro e São Paulo durante Carnaval com investimentos de R$ 2 milhões

Fernando Murad
15 de fevereiro de 2012 - 4h47

Atingir o público que deseja uma cerveja light, mas não abre mão do sabor é o objetivo do Grupo Petrópolis com o lançamento da marca Itaipava Light. O produto, segundo a cervejaria, tem 25% menos calorias em comparação com uma cerveja lager do tipo pilsen. São cerca de 35 kcal por 100 ml da bebida. O investimento em desenvolvimento, matéria-prima, insumo e embalagem foi de R$ 2 milhões.

A nova marca será comercializada em duas versões: garrafa long neck 250 ml (preço sugerido de R$ 2,09) e lata de 350 ml (R$ 1,99). A identidade visual das embalagens foi criada pela Design Luce. A distribuição inicial abrangerá os estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Num primeiro momento, a produção gira em torno de 80 mil caixas/mês. A bebida deve chegar às redes de autosserviço, lojas de conveniência, casas noturnas, bares e restaurantes até o Carnaval.

Um dos cuidados da Petrópolis no lançamento foi procurar não dar margem para o produto ser rotulado como cerveja aguada ou de mulher, o que geralmente ocorre com cervejas mais fracas (o teor alcoólico de Itaipava Light é 3,5%, contra uma média de mercado de 4,5%). “Para não correr o risco, escolhemos a embalagem verde, associada às cervejas encorpadas”, conta Douglas Costa, head de marketing e relações com o mercado do grupo.

A estratégia de comunicação prevê, incialmente, material para PDV, como adesivo, móbile e wobbler. Assinadas pela Multi Solution, as peças levam a assinatura “Sabor surpreendente” e brincam com a ideia do produto flutuar, alusão às calorias. Na segunda fase estão previstos anúncios na mídia impressa.

Embora seja forte em mercados como o norte-americano, onde a categoria existe há 40 anos, no Brasil o segmento ainda não decolou. A Brahma, por exemplo, já lançou a versão Brahma Light em duas oportunidades, a mais recente em 2003, mas não emplacou. Em outra frente, a Ambev também colocou no mercado extensões de suas marcas principais com apelo de leveza – Skol 360º, Antarctica Sub Zero e Brahma Fresh –, mas sem explorar a questão das calorias.

Na ausência de um concorrente direto na categoria, a Petrópolis irá posicionar Itaipava Light como uma premium light, e vislumbra uma disputa com rótulos como Stella Artois (Ambev) e Heineken. “Pelo posicionamento de preço, a cerveja não deve ser de grande volume. Mas podemos ter surpresas. Obviamente teremos movimentação da concorrência”, opina.

wraps

Publicidade

Compartilhe