Mary Kay cresce 70% no Brasil

Buscar

Marketing

Publicidade

Mary Kay cresce 70% no Brasil

A multinacional norte-americana de beleza aproveita os bons ventos da venda direta no País e lança campanha institucional globalmente

Roseani Rocha
7 de abril de 2014 - 8h00

O ano de 2013 foi especialmente celebrado pela Mary Kay: a marca comemorou 50 anos de história e 15 de presença no Brasil, onde registrou crescimento de 70%, sendo que em 2012 já havia superado em 60% os resultados de 2011. O número de “consultoras independentes de beleza” ficou em 230 mil, sendo que o projetado era 180 mil. Já para 2014, a expectativa é atingir 320 mil consultoras e crescer 50%. E ainda em clima de comemoração, a marca acaba de lançar a campanha institucional “Descubra o que você ama”, que será explorada nos próximos três anos. No Brasil, com muita mídia social (a marca tem 1,6 milhão de fãs no Facebook) e no canal GNT, em ações da agência Moma.

Shana Peixoto, diretora de marketing da Mary Kay Brasil, explica que a campanha global foi inspirada em pesquisa realizada ano passado com mulheres de vários países. “Quando a consumidora começa a se relacionar com a marca, vai descobrindo experiências novas, outros produtos. E algumas descobrem também uma forma de complemento de renda, a possibilidade de ganhar o carro cor-de-rosa, viajar o mundo, descobrir que é uma líder”, pontua Shana. A empresa, em 2013, investiu R$ 200 milhões em sua força de vendas; a estratégia é sempre privilegiar as consultoras, nas quais investe mais do que em marketing. Noventa delas, com acompanhantes, viajaram para Paris e Suíça, semana passada; e os benefícios da marca não têm limites, quem bater a meta estabelecida, recebe o prêmio.

Como recompensa para a empresa, ainda ano passado, o Brasil ultrapassou o México, ficando em terceiro lugar, entre as subsidiárias da companhia americana, atrás somente de China e Rússia, e espera ultrapassar esta última em um ou dois anos. Ao centro de distribuição que possui em Barueri (SP), a Mary Kay deverá juntar outro ainda este ano e o projeto de ter uma fábrica no Brasil segue firme e deverá se concretizar em, no máximo, três anos (o local, no entanto, ainda não é divulgado). Hoje, a Mary Kay já fabrica alguns itens no mercado brasileiro por meio de parcerias locais, principalmente em loções, fragrâncias e maquiagem. Com a fábrica local, pretende ampliar sua atuação nesses segmentos.

O faturamento global da Mary Kay ano passado foi de US$ 3,5 bilhões e o Brasil, segundo Shana Peixoto, é “um País incrível para nossa indústria e nosso canal de venda direta”. Concorda com ela a Associação Brasileira das Empresas de Vendas Diretas, que também anunciou semana passada os resultados de 2013: crescimento de 7,2% e faturamento de R$ 41,6 bilhões.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe