Confiança cai entre CEOs ao redor do mundo

Buscar

Marketing

Publicidade

Confiança cai entre CEOs ao redor do mundo

The Worldcom Confidence Index 2019 aponta que queda foi de mais de 20%; mais de 58 mil executivos foram ouvidos

Teresa Levin
9 de dezembro de 2019 - 15h40

Estudo avaliou como pensam os CEOs ao redor do mundo (Créditos: Markus von Luecken)

A confiança dos CEOs caiu mais de 20% em 2019. O dado está no The Worldcom Confidence Index 2019, relatório anual sobre a confiança dos líderes empresariais globais, divulgado pela The Worldcom Public Relations Group, rede independente de agências de comunicação representada no Brasil pela Planin. Os índices negativos mais significativos fora registrados nos Estados Unidos (51%) e na China (21%). O Japão obteve um resultado ascedente, liderando o índice de confiança com um aumento de 74%. Mais de 58 mil executivos ao redor do mundo foram ouvidos para a elaboração do relatório. Para incrementar o estudo, este ano o Worldcom Public Relations Group contratou uma empresa de pesquisa de mercado que usa inteligência artificial para rastrear e interpretar conteúdos de mídias sociais. Desta forma, o relatório também analisou dados de milhares de líderes empresariais nas redes , mostrando como suas opiniões e intenções mudaram ao longo do tempo.

Incertezas a nível global, incluindo as disputas comerciais entre Estados Unidos e China e a proliferação do aquecimento global, impactaram os resultados, afetando a expectativa de líderes empresariais e levando ao resultados negativo. O estudo avaliou ainda a relevância de cada público e os níveis de confiança que os CEOs devem ter para alcançá-los. Este ano há uma mudança de comportamento que deve ser citada. Desta vez, os entrevistados estão 160% mais preocupados com os influenciadores, o que mostra a relevância que eles estão ganhando para este público.

Outro dado que chama a atenção é a preocupação que estes líderes tem com a retenção de funcionários. Como uma das soluções, o investimento no aprimoramento dos profissionais é apontado como uma das competências necessárias para mantê-los nas empresas. Apesar disso, os entrevistados reconhecem que tem falhas na capacitação contínua de seus funcionários.

Confira abaixo algumas das principais preocupações das lideranças ouvidas para a elaboração do relatório:

1º – Os níveis de confiança têm queda de 21%

2º – Influenciadores tornam-se principal público de atenção dos líderes

3º – Os tópicos relacionados a funcionários dominam as prioridades dos líderes

4º – Os líderes têm preocupações com imagem e a reputação das marcas, além de sua capacidade de protegê-la diante de situações de crise

5º – Os acordos e tarifas comerciais globais prejudicam a confiança dos líderes globais

6º – A confiança diminui a capacidade de satisfazer os clientes

7º – Eventos como aquecimento global impactam os níveis de confiança dos líderes

8º – Governo e órgãos legisladores são motivo de preocupação

9º – Há uma mudança de atitude em como os líderes políticos se comunicam nas mídias sociais

10º – O cibercrime não é mais um motivo de preocupação global, mas um grande problema para os líderes sul-americanos

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • The Worldcom Public Relations Group

  • Planin

  • marketing

  • confianca

  • Crise

  • Economia

  • CEO's

  • CEO

  • mercado global