Covid-19: iFood, Ambev, 99, Renner e Magalu em evidência

Buscar

Marketing

Publicidade

Covid-19: iFood, Ambev, 99, Renner e Magalu em evidência

Levantamento da MindMiners mostra as marcas que mais aparecem associadas a medidas contra o novo coronavírus na última semana

Luiz Gustavo Pacete
25 de março de 2020 - 6h00

 

Frame de vídeo do iFood que reforça o compromisso da empresa em meio à pandemia (Crédito: Reprodução)

Marcas que estão fazendo algo para ajudar a população em meio à pandemia têm a preferência dos consumidores. Esse é um dos recortes do levantamento feito pela plataforma MindMiners, a pedido de Meio & Mensagem, sobre a percepção das pessoas em relação à atitude das marcas durante o momento de crise vivenciado em todo o mundo. A pesquisa foi feita de forma digital com 500 pessoas de 18 a 23 de março. Do montante, 50,7% dos respondentes concordam que é papel das marcas ajudarem na conscientização das pessoas neste momento.

Do total, 41,3% afirmam que muitas marcas estão utilizando a pandemia para vender mais e outros 33,7% concordam que as marcas precisam se posicionar, além disso, 43,2% concordam que a publicidade tem papel importante em momentos como este. Nas últimas semanas, aumentaram as ações de marcas relacionadas diretamente ao tema, seja conscientização, anúncio da mudança de operação ou outros temas relacionados. Neste contexto, 49,9% de quem participou do levantamento viram ações publicitárias de marcas relacionadas ao coronavírus no período observado dos quais, 38,4% gostaram muito e outros 48,2% gostaram das ações.

Nuvem de palavras que associa os principais termos relacionados ao tema

Na semana passada, na primeira onda do levantamento, Ambev e Burger King apareciam como marcas que estavam fazendo algo em relação ao coronavírus. Nesta segunda onda, já aparecem várias outras empresas. Entre elas, Globo, Instagram, iFood, Magalu, 99 e outras. Das pessoas que participaram da pesquisa, 60,3% acreditam que essas marcas podem servir de exemplo para outras. Algumas expressões associadas aos cases foram colhidas, sendo elas: “Instagram promoveu #em casa, isso foi muito legal para conscientizar todos que ficam online”, “Globo promovendo séries e desenhos infantis para assinantes e não assinantes”, “AmBev parou a produção de cerveja e está produzindo álcool em gel”, “no Twitter, a conta da 99 puxou uma conversa com outras empresas”, “a Renner suspendeu suas atividades antes de qualquer decreto” e “o iFood trouxe esclarecimentos sobre o vírus e se posicionou sobre as medidas adotadas”.

Por fim, uma das perguntas da pesquisa é sobre qual deveria ser o foco das marcas e empresas neste momento. Na semana passada, a proteção e cuidado dos funcionários apareceu em primeiro lugar, e esse foco se mantém nesta semana visto como prioridade por 32,4% das pessoas, outros 30,3% acreditam que as empresas devem realizar doações e ajudar o sistema de saúde e outros 20,8% acreditam que elas devem consicientizar as pessoas em seus canais de comunicação.

Publicidade

Compartilhe